quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Novembro Azul


Apresentamos a obra Novembro Azul, primeiro livro publicado pela escritora Nelma Leonidio, cuja temática se trata de romance GLS. O obra será publicada ainda no final de 2017, pela editora EllA, e será disponível em formato e-book e impresso. 


O amor Rompe preconceito em Novembro Azul.


Sinopse:
Uma história de amor, conflitos, superação entre duas mulheres que se conheceram por “acaso” e desse “acaso” nasce um sentimento tão forte que ambas não conseguem mais viver longe uma da outra. O romance é um resgate do romantismo exagerado, da fuga da realidade, da denuncia dos males da sociedade (preconceito, injustiça, violência), da empolgação da imaginação direcionada a mulher e a natureza que juntas se interagem dando mais emoção, sublimidade a história, pois, são as inspirações mais puras do estado de espírito de um poeta. Viajar em Novembro Azul é descobrir que é possível amar mesmo que esse amor não se enquadre no padrão social.


Um breve resumo:
No romance, Laura é dona de uma floricultura em São Paulo, realizada profissionalmente, porém, sua vida amorosa por muito tempo deixará de lado. Pelo fato de que o ensinamento de sua mãe que é cristã não a deixava até então assumir um compromisso com uma pessoa do mesmo sexo. 
Mais tudo isso muda quando ela já sem acreditar que um dia viveria um grande amor, no qual mudaria a sua vida para sempre, encontra uma mulher diferente de todas em que ela já conhecerá. Giovanna que possuía uma elegância, uma delicadeza, uma suavidade no olhar azul, e um sorriso tão leve e branco nunca visto. Além do preconceito da aceitação, e pelo fato da Giovanna talvez for casada são obstáculos a serem enfrentados e resolvidos. 

Quotes:
O meu silêncio diante dos seus olhos azuis foi o adjetivo mais sincero que eu já tinha atribuído, porque sei que ela leu o meu silêncio e o meu olhar.
Não importa o que você faz, procure sempre fazer o que gosta, mesmo diante dos obstáculos que durante a caminhada irá encontrar. Lembre-se de uma coisa: quando fazemos algo que gostamos, sempre procuramos fazer o melhor, a paixão nos move até chegarmos ao último degrau, mesmo tropeçando. 

Tudo bem? - Disse ela com aquele olhar profundo.
Como eu iria dizer que não estava tudo bom, se eu ouvi uma voz tão suave e doce?!
A minha vontade, naquele momento, era de tomá-la em meus braços e sentir a maciez de sua pele com os meus lábios. Eu tive que me conter, pois o lugar não era apropriado.
Eu não conseguia mais ficar calada diante dela.

Sobre a autora:


Nelma Leonidio da Silva, natural de Caldeirão Grande – Bahia (Atualmente mora em São Paulo).
Formação Acadêmica: Magistério do Ensino Fundamental de 1ª e 4ª série. Estudante de História.
Escritora modernista em que passeia pelo romantismo em busca de dá vida a imaginação que flui a todo o momento. Pois, foi através dela que achei um abrigo para poder sonhar e viver tudo o que sempre quis. 
Sei que os obstáculos durante essa caminhada profissional serão ingredientes fundamentais para o sucesso.
Por isso esse desafio de concretizar todos os meus sonhos visando o desenvolvimento de todo o meu trabalho e gerando um bom resultado.


segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Leo Vieira: Tédio

Uma coisa muito comum. Às vezes ficamos cansados por uma série de coisas. Situações chatas, pessoas que nos incomodam, empecilhos, etc. Coisas que nos dão vontade de parar, dar um tempo, encerrar, desistir de vez. Eu já fiz isso com algumas coisas, mas com a arte não.
Nós temos um legado cultural literário. Sejam eles nos blogs, nos livros ou nos dois juntos.
O mundo tem a imensa capacidade de nos desmotivar e nos colocar para baixo com uma série de coisas. E nós somos vulneráveis a isso, o que é muito comum. 
Para superarmos, precisamos compreender esta situação. Temos fraquezas e o reconhecimento já é o princípio de tudo. Quando isso aparecer, descanse. Dê uma pausa, faça outras coisas, diversifique. Faça outras leituras, assista filmes, procure sair e dividir os problemas em várias partes e etapas possíveis.
O tédio é uma coisa que vem e que passa. Procure saber se o problema não estão nas pessoas que o rodeia. Daí a situação é mais fácil de tratar também. Nem todos os problemas estão em nós. Se estão em pessoas, saiba selecionar e manter as melhores amizades.

E quando o baixo astral passar, volte com tudo. Porque a escrita é um ofício que tem que ser feito com alegria.


® Leo Vieira- Direitos Reservados

domingo, 22 de outubro de 2017

Leo Vieira: Livro Bruto

Muitas vezes temos ideias para muitos livros de uma vez. Mas também não temos o mesmo tempo para escrevê-los. Isso é muito comum, principalmente para quem fica com a mente ligada no 220v sempre com muitas ideias em cima de outras ideias. Para não deixar esse montante de projetos minguarem, é importante neste caso organizar os livros brutos.
Livro bruto é como eu chamo um projeto reservado. Em tenho centenas deles que passam por um ciclo rotineiro de análises e aprimoramentos. Eles inicialmente ganham títulos e sinopses. Depois eles ganham argumento. Neste argumento eu seleciono tópicos com informações adicionais. São argumentos com brechas abertas para que eu atualize sempre que outra ideia aparece. Nisso já brotam os personagens principais. Protagonistas e antagonistas.

É como se fossem mudas onde eu vou regando, adubando e podando. Com o tempo, o livro bruto estará no ponto para ser escrito de uma vez.
® Leo Vieira- Direitos Reservados

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...