quinta-feira, 28 de abril de 2011

VOCÊ JÁ AGRADECEU HOJE?

                 

          O cotidiano medíocre...
      Nasci, e tão logo me deparei com fatos que antes até achava engraçado...
         Quando entendi o significado das coisas, envergonhei-me de nascer; os valores que aprendi quando criança, ridicularizado pela massa opulenta que ostenta seu status; pisando nos pequenos, vistos assim, pela sociedade, porém, são esses pequenos que possuem a combustão; a conflagração moral dentro de si; são os que passam fome; os que não perdem a fé diante do desprezo; da indiferença e dos seus próprios sonhos.
          Os que riem de sua própria desgraça; achando graça - o que há de se fazer?      Os que nos ensinam a levantar sempre que machucamos a ponta do dedo... Que nos levantam da cama depois de perdermos o emprego... Os que nos ensinam a orar; a pedir... A acreditar...
          Hoje digo dos remelentos; sujos e pobres. Digo sobre aqueles que, esquecidos nas calçadas, ainda sonham quando dormem; sonham quando acordam e não se envergonham quando lêem um jornal através de uma vitrine.
          Não vale a pena citar a fraude moral; a corrupção; a desigualdade... O pseudoheróis do Planalto Central...
           Vale a pena olhar, com respeito; misericórdia e agradecimento pelos heróis anônimos; heróis sem estrelas no peito; sem sapato; sem carro...
          Os heróis que me fortalecem; encorajam-me, a cada vez que penso em desistir. A cada vez, que, movida pelo egocentrismo, insistir em acreditar que meu problema é o maior do mundo. Não preciso ir muito longe; se sair do meu umbigo; se eu tiver coragem de olhar nos olhos da mãe que perdeu seu filho; da criança que chora de fome; do ser humano que dorme na rua, logo vejo; sinto e comprovo... É... Eu sou feliz!

Um comentário:

Paradigma disse...

Caraca tinha no meu orkut antigo algo parecido!
A fome mata, mas muitos fecham os olhos nem querem ver, e quanta comida desperdiçam quando a fome acaba, muitos comem e comem sem ter fome, muitos beliscam a comida e joga o resto no lixo vivi isso comi da mesma comida de muito morei e dei apoio a moradores de rua, fiz tanta coisa em minha vida. Que vejo uma criança a rastejar de fome dentre tantas pelo Brasil e pelo mundo a fora...

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...