domingo, 29 de maio de 2011

Escrita de um desejo



As pontas dos meus nervos 
Tornam-se sensíveis às mudanças de um minuto 
na temperatura do seu corpo.
Não mais as toscas torneiras 
de água quente e fria; 
Eu tentava encontrar a segunda pele
quando a sua pele anuviou-se. 
O começo da paixão, o calor invadindo, taquicardia se intensificando, acelerando.
Os efeitos fisiológicos da luxúria, 
Os vasos sanguíneos estavam se dilatando 
e seus poros se expandindo.
Um milagre banal 
Seu corpo mudando sob o contato com as minhas mãos. 
Ainda assim, como acreditar na surpresa do evidente?
Estou vivendo de minhas memórias como uma decadente vulgar.
Quero que você venha a mim sem passado.
As frases que decorou, esqueça-as.
Esqueça que você já esteve antes em outros lençóis.
Venha incólume para mim.
Não diga que você me ama
Até o dia em que possa prová-lo.

2 comentários:

Priscilla Cavazzotto disse...

Minha querida, passando para lhe desejar uma boa semana!
Beijos meus

Andre Martin disse...

Hummmm... Muito bom!

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...