sábado, 23 de julho de 2011

O DESABAFO DE UM SONHO.





O que fazer, quando chega a madrugada e o sono não vem... A mente não cansa no desabafo contínuo de percorrer, nem se for arrastando, o sonho que imagino os olhos dele, quando nascer, olhando-me, como se fosse um filho... O sono não vem quando se tem um sonho aflito na presença do mundo que não vai parar para ele nascer.

Não sei o quanto as pessoas se importam; cada um com os seus moinhos de ventos, talvez, fazem-se o mesmo questionamento, apenas sei que estou com este sentimento atravessado na garganta a ponto de me fazer sufocar.
Meu sonho hoje não é banal. Pessoas me elogiam; empurram-me para frente; chacoalham-me para não desistir quando insisto em desanimar; com um “up”, me levantam; enfim... Pergunto-me – Onde estou errando?
Sei somente que o dia todo, vivo; respiro, alimento-me do sonho o qual me inspira.
Cansei de desistir no meio do caminho de tantas outras coisas que eram importantes, mas por me sentir derrotada, dava sempre um passo para trás, e por medo de enfrentar o resultado, recolhia as armas da batalha, e desmontava o acampamento. Somente os fortes são vencedores.
Estou aqui agora, sem saber nada sobre o futuro. Não penso nele porque não consigo imaginá-lo, mas sei que no presente em que me encontro, minhas mãos estão vazias do resultado e cheias de ânsia involuntária.

O túnel que percorro é escuro e a visão é turva. Abandonei tudo que me tirava o tempo que preciso para a dedicação de meu projeto. As pessoas me chamam de louca, evito ouvi-las. Se eu tiver que decidir um dia em deixar algo que quero por conta da busca pela a aceitação das pessoas, prefiro morrer sem tomar um último copo d'água diante da sede arrebatadora, pois se assim o for, de uma gota, se quer desta água serei digna. Não sei morrer se não for com a bandeira do meu sonho nas mãos.
Se amordaçarem a minha boca, e nenhuma palavra se traduzir, a não ser através do sentimento; se amarrarem os meus braços, e eu perder o movimento e a força; se minhas pernas atarem, e eu não poder mais correr, ou ao menos caminhar em busca do meu sonho... Se tirarem meu coração, e ele não poder mais pulsar, e nem se quer, num último suspiro eu clamar sem poder ser ouvida... Sei que renascerei, se enfim, estiver escrito o meu sonho em algum lugar, alguma página um dia lida, mesmo que amarelada, por alguém, por um filho, um neto, um leitor que ainda não nasceu...
Sei apenas que preciso seguir em frente, com a única certeza - a de que apenas preciso prosseguir.
Não sei viver, e nem morrer, se não for do mesmo modo – escrevinhando...





**************************



LIVROS QUE SERÃO SORTEADOS NO MÊS DE SETEMBRO - FIQUEM DE OLHO!






Texto e criação de Adriana Vargas de Aguiar, ao utilizar este texto, por favor, não se esqueça de mencionar a autoria.

19 comentários:

Evanir disse...

A esperança e a alegria de viver esta
nos atos de amor que praticamos.
Quero viajar todos os dias semeando
a paz no coração dos amigos (as)ser
apreciada por minha presença.
Quero jogar flores por onde
eu passar.
E em silêncio deixar a palavra
mais bonita.
(Creia em Deus porque viver é fantástico.)
Um beijo na alma e no coração com carinho,,Evanir,

нєllєи Cαяoliиє disse...

"Abandonei tudo que me tirava o tempo que preciso para a dedicação de meu projeto. "
Preciso aprender a fazer isso também!
Lindo desabafo ;)
Obrigada pela visita,Querida Drisph!
Volte sempre que puder,adorei seu espaço ;)
Beijos

Vinicius.C disse...

O que fazer?

Já passei por muitas madrugadas sem sono, já castiguei minha vontade, fiz planos de dormir mais cedo, escrevi como quem faz uma oração.

Eu nunca soube exatamente como chamar o dia, como fazer o sol nascer mais cedo. Nunca fui fã da noite, sempre preferi o dia.

Muito bom!!

Deixo mais uma vez o meu beijo e desejo a vc um ótimo fds!

Nos encontramos no Alma!

Vinicius.C disse...

Olá!

Fico feliz que goste!
Escrevo aquilo que vivo, que sinto.

Já fiz de mim fantasia, já tentei ser o que nunca fui, desisti das mentiras encarando fantasmas.

Somos um pouco de cada um. É como se, em cada sílaba nos encontrasse, mesmo que em dejá vu.

Quanto ao livro- caso eu seja sorteado, escolho [O voo da estirpe] Gostei da sinopse.

Um beijo enorme e por favor- continua no Alma- comigo!

Beijooo!

Vinicius.C disse...

Ou seria continue... na frase "Um beijo enorme e por favor- continua no Alma- comigo!" rs enfim.. some não!!
Beijão.

MARILENE disse...

As mãos estão sempre cheias de vazios que podemos preencher no momento que desejarmos e de acordo com nossas prioridades.

Respondendo a seu questionamento, teria preferência pelo POESIA DAS PÉTALAS.

Bjs.

Lis disse...

Bonita cronica , gosto do entusiasmo e coragem de seguir atrás do sonho.
Sabe escrever , és escritora.
Siga seu sonho , eu te aplaudo rs
abraços

Sandra Portugal disse...

Amanhã o ProjetandoPessoas comemora 11 meses de existência! E de amanhã até 24/08, quando o Blog completa 1 ano de vida, preparei uma sequência de surpresas para o Blog, homenageando grandes amigos de jornada! Espero que você aprecie a minha forma de celebrar essa conquista e me passe seu feedback sincero a medida que meu plano de 30 dias de festa avance! Serão dias diferentes de postagens até aqui! Mas tenha certeza de que está sendo preparado com muito carinho para todos! Aguardo seus comentários, críticas construtivas ou sugestões, ok?
Com muita admiração e respeito por cada um de voces! bjs e abraços Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//
@ProjetaPessoas
Projetandopessoas@hotmail.com

Alexandre Henrique disse...

Saúdo a sua luta Drisph. Sim e este é um artigo sobre uma luta, ou seria uma luta crônica? Saúdo pois todos nós temos a nossa. Realmente vc me visitou, sobre o conscurso, se sorteado daria preferencia a um livro seu.

Abraços, Alex




Poesia das pétalas

Fernanda disse...

O caminho faz-se olhando em frente e o dia é hoje, o ontem é passado, já foi...

Gostei do que li, parabéns, amiga!

Vim visitar um Blog que por razões alheias não visitava há muito tempo, mesmo!

Li o seu comentário e até fiquei surpresa! Sei que não ganharei nada, nunca tal me aconteceu, não seria agora a primeira!
No entanto, e contra todas as expectativas, se ganhar, quero um livro seu.

Beijinho
Volte sempre. Eu sempre retribuo as visitas, é o mínimo que posso fazer. Desculpe.

Barthes disse...

Acho que as respostas se encontram sempre ao insistirmos em percorrer,os caminhos que nos incitam à vida,e a com sabedoria envelhecer.
Bjosss...

Ricardo Miñana disse...

Muy bonito el texto, un placer pasar por tu casa.
que tengas un feliz fin de semana.
un abrazo.

DENIS LENZI disse...

Bela crônica. Realmente entendo como a autora deve estar sentindo. Temos um longo caminho pela frente e sabemos que daqui para frente sempre haverá vários obstáculos, decepções e frustações, nunca vai facilitar a nossa vida. Dá vontade de desistit tudo, esquecer tudo, mas aquele sonho parecia gritar, desejando que seguirmos em frente, que não podemos parar. E é justamente nisso que vem a força dentro de nós e a nossa capacidade de continuar em frente porque temos sonhos que vale a pena lutar. Que graça tem se não houver as pedras no meio do caminho? Sem elas, não teriamos fortalecidos para seguir adiante e derrubar outros obstáculos como também adquirimos experiências para compartilhar aos outros que passam a mesma situação que nós. Como Walt Disney disse uma vez: "Se nós podemos sonhar, nós podemos fazer." E o que fazemos, sem desistir nunca.

Anderson Meireles disse...

Olá, primeiramente obrigado pela visita!
Sobre o post o que vem a mente é: A vida muda, todos mudam. Temos que mudar também senão nos tornamos obsoletos diante do que pode nos parecer interessante!

Respondendo a pergunta, prefiro o livro: Poesia das pétalas
Abraço!

Anônimo disse...

Quero convidar os leitores desse blog para conhecer o meu livro: O laço do passarinheiro em : WWW.CLUBEDEAUTORES.COM.BR
Sobre o texto da Adriana o texto dela é realmente tocante e merece respeito . Pessoas como a Adriana me faz acreditar mais e mais nas possibilidades com relação ao meu dom e meu sonho.
Um grande abraço a todos!
MARLON DE ALBUQUERQUE.
http://www.clubedeautores.com.br/book/47048--O_laco_do_passarinheiro

Severa Cabral(escritora) disse...

Minha menina linda!
Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor.
Bjs para aquecer tua alma!

Gessy disse...

Realmente uma bela crônica, e um desabafo e tanto. Essa última frase me encantou: "Não sei viver, e nem morrer, se não for do mesmo modo – escrevinhando..." E não é que isso se encaixa perfeitamente em minha vida?!
Parabéns!

Quanto ao livro, caso eu seja a sorteada, escolheria o livro O voo da estirpe.

Beijos.

Aleatoriamente disse...

Bom dia moça linda!
Amei teu poema.
Profundo, bem arrumado com sentimentos e reflexões.
Te deixo um beijinho.
*
Fernanda

Ana Claudia disse...

Amore, deixa te contar uma historinha.
Quando eu estudava, ainda menina. Na hora do recreio ao invés de correr pro pátio como as outras garotas, conversar brincar, paquerar...rs
Eu ia pra biblioteca. Lia contos. Viajava naquelas histórias. Mas num belo dia entre os livros velhos numa prateleira esquecida num canto, encontrei um livro. Abri e vi que não tinha imagens, ja que criança adora ler vendo a carinha dos personagens.
Então aquele seria o primeiro livro a me interessar que tinha apenas escrita. E cada página que eu lia eu me entendia um pouco mais, eu me identificava com cada palavra. Era um livro de poesia. Me apaixonei e cometi um delito, roubei o livro da biblioteca...rs
E por causa daquele livro, hoje com as páginas amareladas mas ainda guardado com carinho, é que eu comecei esta linda história sobre minha alma poética. Anos passaram e eu pude finalmente conhecer o poeta que me fez viajar profundamente dentro da minha alma e me conhecer, e me fez entender o quanto isso é especial. E quando eu contei esta história pra ele, ele se sentiu lisonjeado. E com certeza a vida e a sua escrita o gratificou.
Você é muito especial e com certeza vai conquistar o seu espaço, és uma guerreira. E algum dia, em breve ou até mesmo agora, estarão contando histórias parecidas com a minha através de um livro ou apenas uma poesia sua.
Fica com Deus amore. Você é ótima!

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...