segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Movimentos...





Não tenho paciência para movimentos amenos; qualquer que seja a quietude, acelera o meu peito e me dá vontade de gritar, enquanto balanço os pés embaixo da mesa, confessando o meu bel prazer - estou bem agora! Sinto-me a vontade quando percebo as moléculas vibrando em exagero, pois de natureza parida, sou a própria ansiedade que nasce ao pé das inquietações de meu quintal insólito e voraz, como leões se beijando, num cenário que fere a moral e os bons costumes, mas não deixa de estampar a espontaneidade.

Quando estou em silencio, mesmo assim, estou em movimento, as palavras brigam dentro de minha mente que permeia sempre o que não consigo dizer em voz. Tomo o papel e transcrevo o universo visto por dentro de mim, quando ninguém imagina em que estou pensando. Pensando, me exercito e não morro... Mas o melhor dos movimentos, aquele que poderá me levar à imortalidade, é o ato de sentir. Este é o canal entre a vida, palavras e o coração.

Amo isso tudo que enaltece os sentidos: os sentimentos passionais, embriagantes e viscerais! Esses sim, são os que mais gosto, pois me causam falta de ar e uma vontade de viver, de morrer, seja do que for, apenas para vibrar um pouco mais em suas cavidades úmidas e dilacerantes.

Texto de Adriana Vargas

Texto e criação do autor, ao utilizar este texto, por favor, não se esqueça de mencionar a autoria.

5 comentários:

Rubens Conedera disse...

Texto intenso, forte, profundo, provocante. Ótimo texto, pequeno, simples e muito intenso. Adriana é uma artista visceral!!!

Denis Lenzi disse...

adorei o texto, juntamente com a imagem. Nem é preciso dar parabéns a autora, pois ela sempre faz o que sabe fazer melhor: os textos sempre carregados de sentimentos profundos, da reflexão, tudo isso vindo a uma autora cujo talento literário deve ser descoberto por todos os leitores. Como Rubens disse ai em cima: Ela é artista visceral!!

Ordem do Saber disse...

Nada como sentir.
Sentimentos nos levam a uma conexão humana e porque não sobrehumana dentro de nós mesmos.

Uma boa semana.

Rosane Fantin disse...

Como sempre a Adriana consegue transformar sentimentos em palavras, de forma poética. Lindo texto!
Um beijo, Adriana!

Luana Dutra disse...

Muito bom! Parabéns, Adriana como sempre arrasando.
Beijos.

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...