segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Felicidade


felicidade
   
 Como todo domingo, eu acordei tarde e com isto o café da manhã vira almoço, o almoço vira lanche, o lanche, jantar, e este fica pro dia seguinte. Pensei então que não faria o meu lanchinho da tarde habitual e foi quando me dei conta do prazer que tenho com ele! Agora descobri um prazer novo, um doce de leite em barra que encontrei no mercado, tomado com um simples cafezinho que sempre me chama à tarde. Quando pensei que faria este lanchinho amanhã, me deu uma satisfação tão grande, me senti tão feliz ... e isto me fez refletir...

   A felicidade é algo tão fácil de se alcançar, pois ela está nas coisas simples da vida. Quanto mais simples é ou está nossa vida, mais feliz estamos, pois temos menos preocupações, ou quase nenhuma; e por isso mesmo com mais tempo para simplesmente sermos, o que traz realmente a felicidade, ser.

  A partir desta pequena satisfação fui sentindo que o cotidiano da  minha vida é feliz, e é isto que importa! Isto não é novidade para mim, pois geralmente sinto e agradeço por esta felicidade! Lembro-me de alguns anos atrás que uma pessoa falou para mim que achava a minha vida muito parada. Pois eu , em contrapartida, achava a vida desta pessoa extremamente estressante.

   Acho que as pessoas esqueceram de ser. E para sermos precisamos de um ritmo mais lento e de mais simplicidade. Não é o status, o carro do ano, as roupas de grife que vão trazer a verdadeira felicidade. Muitas vezes tudo isto nem traz satisfação. Pois gera tanta exigência, tanta preocupação, que é impossível haver um verdadeiro contentamento. Já vi casos de pessoas saindo com várias sacolas de uma boa loja de roupas e já pensando nas próximas roupas que “precisava” comprar. Não ,não, com certeza o consumismo não gera felicidade, muito pelo contrário, ele é o reflexo da infelicidade, de não estar em si, de não saber olhar pra dentro e para a beleza da vida em sua simplicidade.

   A felicidade nada tem a ver com frisson,  euforia, muito menos com correria. A felicidade tem a ver com serenidade, centramento e uma sensação interna de grande preenchimento. É por isto que dizem tanto que a felicidade está dentro de nós, no interior, não no exterior. Pois se não temos esta felicidade interna não conseguimos nos contentar verdadeiramente com nada , não conseguimos perceber a satisfação que podemos ter com coisas tão simples de nosso cotidiano.

   Perceber os presentes que a vida nos dá no dia-a-dia é saber ser feliz. Valorizar tudo que temos é ter a sabedoria de sermos felizes. Olhar o céu  numa noite, contemplar a natureza ao nosso redor, conversar com quem amamos, levar uma palavra de carinho a alguém, sermos mais generosos, são maneiras de sentirmos a felicidade.

  As  pessoas vivem irritadas, estressadas, porque estão fora de si e com isto perderam o contato com a sua própria felicidade interna. Nada vai levar a felicidade a estas pessoas sem um retorno ao Lar, isto é, sem uma volta para si mesmas, de onde nunca deveriam ter saído. Acho que não preciso falar aqui que nada disso tem a ver com egoísmo, e sim, com uma reconexão com a própria essência, que muito pelo contrário do egoismo, nos ajuda a sermos mais generosos e pacientes.

  Acredito que não nos deixarmos contagiar pela irritação e agressividade que paira no ar é um grande passo para a felicidade e para este reencontro com nós mesmos. Começarmos a olhar para vida com outros olhos,  transmutar as energias ruins e que nos aprisionam , valorizar o que de fato tem valor é uma forma de sabedoria que com certeza nos reconecta com a nossa felicidade interior.

Anna Leão. Todos os direitos reservados.

3 comentários:

Anônimo disse...

Do you mіnd if І quote a сouplе of your аrtіcles as long as I pгoѵide cгеdit and
sources bаck tо your websitе? My ωebsite is in
the exact same area of іnterest as уours and my visitοrs would genuinely benefit
from a lot of the infοrmatіon you proνiԁe here.
Please let mе knοw if this okay
wіth yοu. Thаnκ you!
Take a look at my blog post : how to jump higher

J.C.Hesse disse...

Se soubesse o quanto este texto é legal, tão bom quanto a barra de doce.
Parabéns.
J.C.Hesse

Anna Leão disse...

Obrigada, querido amigo!

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...