segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

VIDA





No fundo preto as cores tomam vida
O mistério é quase sempre a solução
Deixar fluir na escuridão as cores de uma paixão
Brincar com cores frias e quentes num caldeirão
Serpentear ideias em linhas coloridas
Redefinindo quem sabe o trajeto de vida.
Sonhar, plantar e colher,
Reafirmando cada passo dado,
Cada giro dançado,
Cada linha traçada.
Despertar de um sono há muito dormido
E se mostrar, ousar e falar
Dançando sempre num caminho de arco-íris
Sem perder o vislumbre do firmamento
e a profundidade do Abismo.

Anna Leão. Todos os direitos reservados.

2 comentários:

J.C.Hesse disse...

Tem toda razão, precisamos nos atirar em precipícios, às vezes, para que lembremos de nossas asas e assim, poder voar.
Valeu!
J.C.Hesse

Fanzine Episódio Cultural disse...

VEJA BEM
*Robson Leal Pereira

Enquanto tantos gastam desmedidamente
Comprando coisas sem importância,
Há quem não tenha onde morar
E nem ao menos o que comer.

Pessoas correm para baixo e para cima
Orgulhosas de suas vidas vazias
Querendo mais, sempre mais
Dinheiro, poder, reconhecimento
Vivendo num mundo de aparências.

Tais pessoas vivem angustiadas
E nem sabem o que é ter paz
O que é amor, sentir alegria
Não experimentaram ainda
O doce sabor da felicidade.

Há quem não tenha o que vestir
Há quem não tenha onde morar
E nem ao menos o que comer;
Mas são felizes de alma
Pois têm a maior riqueza que se pode ter:
Jesus Cristo no coração.

* Poeta, ator e dramaturgo machadense

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...