sexta-feira, 8 de março de 2013

Literatura Feminina



Já que hoje é Dia das Mulheres, darei uma pequena pausa nos textos literários para falar sobre Literatura Feminina, a famosa “Chick Lit”, nome mais conhecido.

Na Literatura feminina encontramos livros de diversos autores (independente do gênero!) voltados para um tipo de leitor: as mulheres.

Foi popularizada por Helen Fielding em seu best-seller O Diário de Bridget Jones, que protagonizada por Renée Zellweger nas telonas e telinas, disparou a a corrida literária. Diversos livros e filmes falam do assunto: O Diabo Veste Prada, Melancia, Sex and The City, Morte Súbita, Cinquenta Tons de Cinza... só para citar alguns mais famosos e internacionais. Aqui no CNA temos alguns exemplos de livros nesse estilo (e convido a todos a lerem Marcas Indeléveis de Ahtange Ferreira, os títulos sobrenaturais de Adriana Vargas, Dill Ferreira com Casamento por Aparências, a obra Elixir de Venus de Raul Zambello... eu poderia passar o dia citando livros nacionais que merecem serem lidos, mas não cabe!).

A principal característica do gênero é a protagonista (uma mulher) que tentará vencer as dificuldades ao seu redor: seja romanticamente, emocionalmente, profissionalmente, na gestão familiar e nas questões relativas ao prazer feminino. Aborda as temáticas de vida da mulher moderna e pode ser um romance, uma fantasia sobrenatural, um livro erótico ou até mesmo um suspense. A mulher será retratada como a verdadeira heroína, mesmo que apenas no âmbito sentimental.

O “Chick Lit” foi um gênero que chamou a atenção do mercado editorial, inundou as prateleiras das livrarias e representa hoje um dos gêneros literários mais fortes do mundo, especialmente aqui no Brasil, o que demonstra a força cultural das mulheres e todos os problemas e temáticas presentes na nossa vida que serão largamente abordados pela mídia no dia de hoje.

Da mesma forma que em muitos cantos do país ainda há muito preconceito contra a mulher, o gênero literário voltado para a mulher também recebe essa carga. A palavra “Chick Lit” por exemplo iniciou de forma pejorativa, sua tradução literal é algo como “literatura de mulherzinha”, como se isso retirasse do livro/filme toda sua carga reflexiva. É só um exemplo do porque (em pleno 2013) ainda precisamos de um dia que lembre ao mundo sobre os direitos das mulheres!

Temos muitas questões polêmicas que merecem atenção: aborto, a mulher no meio profissional (que ainda ganha menos que o homem em muitos casos e fica fora de seleção daqueles trabalhos considerados “para homens”), a mulher como mãe e trabalhadora (ainda tem homem que acha que lugar de mulher é na “cozinha” apenas), a mulher como vítima de crimes sexuais, a banalização da mídia ao corpo feminino (como aquelas propagandas de cerveja cansam de fazer)... os movimentos feministas... já deu para perceber quanta coisa ainda falta, não é?

A literatura, como arte - um movimento cultural que ajuda na formação de valores da sociedade - tem um grande peso e uma enorme responsabilidade. O gênero literário feminino está aí como prova de que as mulheres são fortes e são um constante lembrete de que a sociedade tem muito a mudar se quiser fazer valer o real significado desde Dia das Mulheres, hoje banalizado por ações meramente comerciais.


Deixo aqui os agradecimentos a todos os autores, editores e livreiros que apóiam o Chick Lit e desejo a todas as mulheres um FELIZ DIA DAS MULHERES.

---
Texto e criação do autor, ao utilizar este texto, por favor, não se esqueça de mencionar a autoria.

2 comentários:

J.C.Hesse disse...

É isso mesmo, a mulher não é somente a provedora da vida, ela é, em si, A VIDA! Em todos os sentidos.

Ahtange Ferreira disse...

Belíssimo texto, precisamos sim, mostrar a força da mulher enquanto ser que pode mudar uma realidade social. Visto que temos uma grande parcela dessas mulheres que são arrimo de família e são marginalizadas por uma cultura machista e desigual.
Palavras sabiamente colocadas.
Parabéns!!! Lindo texto.

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...