quinta-feira, 7 de julho de 2011

DESEMPREGO - ENCARE COM BOM HUMOR!



O número de desemprego no Brasil cresce à medida que cresce a população; acentuando mais e mais a gravidade da exclusão social, para amenizar a situação, satirizando o caos social, segue um post, que não é basicamente um exemplo a se seguir; sua utilidade é apenas para rirmos um pouco daquilo que nos faz chorar.

Qualquer semelhança no fato abordado é mera coincidência...




Alguém sai à procura de uma vaga de emprego em alguma empresa qualquer...  Passa por uma entrevista, após horas na fila de espera. Responde a todas as perguntas, faz os testes e entrega o currículo que crê ser milagroso; vai para a sua casa e espera ansiosamente pelo telefonema que não acontece. Como não acontece, ele mesmo, resolve ir atrás, e desvendar a questão de não ter sido chamado. Alguns casos acontecem os itens a seguir:


Preciso de respostas – Existem pessoas que ligam para o selecionador perguntando o que aconteceu; em alguns casos chegam a ser agressivas ofendendo o profissional; ou, ainda, prensam o psicólogo na porta da sala e o fazem dizer, na marra, o porquê de o perfil dele não se encaixar na vaga. É algo extremamente constrangedor, que fecha as portas para uma nova oportunidade.

Consultoria – Tem gente que quer consultoria gratuita. Alguns candidatos não se contentam com as informações fornecidas pelo selecionador e o pressionam para obter um feedback pessoal. Por um lado isso é positivo, querer melhorar é muito bom; porém, peça ajuda a um profissional, conselhos a um amigo, ou leia bons livros. Evite, sempre que possível, demonstrar ansiedade às pessoas, principalmente quando se trata de conseguir um emprego.

Queimando o filme: Alguns candidatos se portam desta maneira...

·       O queridinho – tem candidato que puxa o saco até da tia do café; esquece-se de ser natural e passa a ser o assistente-facilitador (daria uma boa profissão! Segue a sugestão) distribuindo canetas com o seu nome e telefone, email, facebook, etc; outros levam um saco de bala e com o sorriso mais amável, oferece a todos, mas o primeiro é seu entrevistador.

·       Mãeeee – É aceitável que menores de idade leve o responsável, uma vez que até possa ser necessário para assinar alguns documentos, porém... Para quem já maior de idade aparecer acompanhado da mãe em uma entrevista não o favorece; para ser mais claro, queima legal o filme...

·       O coitadinho – existem aqueles que expõem os seus problemas ao selecionador, contando a sua história triste; chegando até chorar durante a entrevista com intenção de se favorecer com a tática emocional... Esquece! Problemas hoje são muito comuns na vida do mendigo ao Presidente da empresa.



De repente, surge uma luz no fim do túnel – “Já sei... Não fui contratado porque meu currículo é  muito “fraquinho...” É muito simples, basta fazer algumas substituições no nome de sua profissão! (KKKKKKK... não sigam esta sugestão!!! Só vamos rir delas)


A seguir, algumas dicas para você dar um “plus” no seu curriculum vitae, apenas falando de seus empregos anteriores:

* Especialista em Marketing Impresso (boy da xérox )
* Supervisor Geral de Bem-Estar, Higiene e Saúde (faxineiro)
*Oficial Coordenador de Movimentação Interna (porteiro)
*Oficial Coordenador de Movimentação Noturna (vigia)
*Distribuidor de Recursos Humanos (motorista de ônibus)
* Distribuidor de Recursos Humanos VIP (motorista de táxi)
*Distribuidor Interno de Recursos Humanos (Ascensorista)
* Diretora de Fluxos e Saneamento de Áreas (a tia que limpa o banheiro)
* Especialista em Logística de Energia Combustível (frentista)
* Auxiliar de Serviços de Engenharia Civil (peão de obra)
* Segundo Auxiliar de Serviços de Engenharia Civil (coitado ….)
* Especialista em Logística de Documentos (office-boy)
* Especialista Avançado em Logística de Documentos (motoboy)
* Consultor de Assuntos Gerais e Não Específicos (vidente)
* Técnico de Marketing Direcionado (distribuidor de santinho nas esquinas)
* Especialista em Logística de Alimentos (garçom)
* Coordenador de Fluxo de Artigos Esportivos (gandula)
* Distribuidor de Produtos Alternativos de Alta Rotatividade (camelô)
* Técnico Saneador de Vias Publicas (gari)
* Especialista em Entretenimento Masculino (prost…)
* Especialista em Entretenimento Masculino Sênior (prost… de luxo)
* Dublê de Especialista em Entretenimento Masculino (travesti)
* Supervisor dos Serviços de Entretenimento Masculino (cafetão)
* Técnico em Redistribuição de Renda (ladrão ou político)

                             


Mas... Se nada disso funcionar, pode-se pensar em ser autônomo... Inventar algo diferente, que não tenha tanta concorrência no mercado, afinal... Não tem cabeça apenas para carregar os cabelos; alguma tentativa pode dar certo, veja algumas que selecionei em minha agenda:

                                                                   


- trabalhar em como "noivo". Isso mesmo. É o seguinte: através de procuração e documentos legais, ela representa em carne e osso o noivo em casamentos onde este mesmo noivo é um presidiário e, portanto, não pode deixar a prisão para comparecer ao cartório e sacramentar o casamento no civil. A mulher, na verdade, organiza tudo: desde o casamento religioso na prisão (ela leva bolo, vestido de noiva, pastor, etc, etc - tudo necessário) até o casamento de fato (civil) no cartório, quando ela, na qualidade de representante do noivo, fica ao lado da noiva e assina os papéis. Só não falaram nada sobre o "pode beijar a noiva"...rsrsrsrs...
- Marido de Aluguel: O tal marido de aluguel é um profissional que faz de tudo, menos sexo, De repente, ter que enfrentar uma candidata que pesa 150 k não pesa nada não, afinal, o que você tem que fazer é apenas isso, aquilo que qualquer marido (o de verdade) poderia realizar em casa, mas não faz, por falta de habilidade ou ferramentas. Um profissional desse cobra, em média, R$60,00 a hora para ser motorista, garantir reparos elétricos e outros afazeres domésticos.

- trabalhar como "Presença em Velórios e Enterros". Isso mesmo! Ir a velórios e enterros, chorar, incentivar orações e o que mais quem contrata desejar. Algumas famílias, cujo morto é velado madrugada a fora, a contratam para que o morto não fique sozinho durante a madrugada, O que se precisa fazer é se comportar como alguém que de fato está sofrendo pela morte em questão: chora, se lamenta, sofre. Muito fácil e simples...
Personal Friend: Já o personal friend é aquele que tem como objetivo curar a carência, e aqui também não entra sexo no pacote. O leque de trabalhos se estende a idas a shoppings, teatros, cinemas, viagens, casamentos, aniversários, lançamento de livros, escolha de apartamento, compra de automóvel e caminhada, entre outros passeios; um anuncio no jornal se anunciando para fazer ciúmes para o ex-namorado, é maravilhoso para se achar muito bico na área.
- Maquiador de defuntos – Puxa, essa é uma boa, e mole, mole para as mulheres que gostam de maquiagem, e entende do ofício. Uma o útil ao agradável.

- cheirador de axilas - Avalia o cheiro das axilas que utilizaram um certo produto para verificar a sua eficácia.
- Colhedor de sêmem do elefante – Esta profissão existe n zoo de Nairobi, faça uma rifa e junte o dinheiro para a passagem. Esta profissão é meio brava, o elefante macho não é muito chegado a uma masturbação e fica indócil, na hora da preparação.
- Trago o seu amado de volta na porrada – Faça uns panfletos e pregue em locais permitidos e povoados. Uma boa dica para os fortões afortunados e que estão nas filas concorridas para uma vaga de emprego.
- Informante de plantão – Anuncie-se; prepare uma boa cadeira, um bom guarda sol, e fique de olho em tudo que acontece na vizinhança da pessoa que te contratar; no final do dia, é só passar o relatório.



Tudo isso foi somente para descontrair pessoal, o bom mesmo é ser feliz através da dignidade que nos traz um bom dia de trabalho; o que é realmente lamentável, é que para se ter a tal dignidade, é necessário a vaga disponível para este fim... Mas não diz, que você não possa tentar uma ação criativa...




                                                                    
                               




12 comentários:

Gláu disse...

nossa trágico, mas a realidade....
me encontro nessa situação e é péssimo

Leonel disse...

Espero que você não esteja nesta condição, mas se estiver, é só mandar este texto para algum jornal ou revista, pois está muito bom!
Já estou te seguindo!

Anderson Dostoiévski disse...

muito interessante , muito bem elaborado. É tão trágico que chega a ser cômico, agradeço tais palavras referente ao meu ultimo post, na verdade foi atravéz do título do seu livro que surgiu a idéia de fzer tal feito, achei muito instigante a palavra e o sentido dela , dai foi surgindo , mas começou com o título de seu livro. Ainda não tive o prazer de ver nada que ja tenha feito publicado, um dia quando os meios me favorecerem tentarei essa realização . parabéns pelo seu trabalho

Ma Ferreira disse...

Olá..
Vim conhecer seu blog.
Menina..como vc escreve bem!!
Adorei..
estarei sempre por aqui..e vou te seguir..
Bacana sa visita! Volte sempre!!

bj

Ma

M@ria disse...

Muita coisa que ontem parecia importante

ou significativa, amanhã virará pó no filtro

da memória. Mas o sorriso (...) ah, esse

resistirá a todas as ciladas do tempo.


(Caio F. Abreu)

Feliz dia e beijos meus! M@ria

Carla Ceres disse...

Oi, Adriana! Gostei dessa postagem intercalando texto e charges. Boa ideia! Beijos!

♥→ A Pétala... A Thati ♥ disse...

Que delícia teu blog. espirituoso e criativo , sua forma de escrita é leve, fácil... adorei. Com certeza voltarei muitas outras vezes!!!!
beijos e sucesso SEMPRE!!!

Thatiana Vaz
http://petalasdesentimentos.blogspot.com/

Ana Paula disse...

Tem coisas, que é só para rir mesmo, por que se for levar a serio, vamos chorar o tempo todo, então como bons brasileiros e como a propaganda diz " O povo mais feliz da terra". Vamos levar a vida na esportiva e nos divertimos com os nossos próprios problemas, por que assim a vida se torna mais fácil

Anônimo disse...

o meu patrão disse,voce vai ser o futuro gerente(mas montarão uma conspiração contra mim)as pessoas comem uns ao outros “e triste”nunca fui um babão”puxasaco”tenho ate vergonha de colocar um filho meu neste mundo para ser submetido as migalhas do tempo,pois nada a gente leva deste mundo,os que me derrubarão estão lá trabalhando sem chegar a lugar nenhum.fiquei desempregado,o que apredi?-apenas o valor do ser humano-nenhum!!!.

Anônimo disse...

não culpo os patrões pelo desemprego nem tão pouco os que conseguiram me derrubar,culpo apenas o pecado mas,,pera-ai,quem e o responsavel?seria deus? ele diz que não.seria o satãn?então ninguem assume?ja sei gente demas esperando alguem que não existe,a unica solução seria o tempo pois so assim o pobre aprenderia que pobresa gera pobresa.
(eu não espero por ninguem nem tão pouco estou livre)
marcelio24@hotmail.com

Marli Carmen disse...

Realmente humor negro...mas não é assim em todas as regiões...e também devemos lembrar que muitas vezes as pessoas escolhem o emprego...durante anos eu trabalhei na fábrica..agora finalmente consegui entrar na Faculdade,isso que tenho 30 anos,sou a estudante mais "velha" da minha sala... nunca desisti...e nunca deixei de fazer alguma coisa só por que não gostava...trabalhava para sobreviver...ainda hoje não estou vivendo daquilo que gosto..mas sou feliz por que tenho um teto...e isso é o mais importante! Olha..é preciso força de vontade..só os fortes sobrevivem!
Beijinhos e força para todos!
Marli- escritora- blogueira- estudante-estagiária- auxiliar administrativo...de tudo um pouco!

Marli Carmen disse...

Visitem meu blog! Sigam...comentem!! O apoio de vcs é muito importante...estou seguindo aqui e comentando... beijinhos para todos!!
http://amazoniaumcaminhoparaosonho.blogspot.com/
Acabo de lançar meu primeiro livo..tem sorteio dele aqui no blog e lá no meu. Chance em dobro de ganhar!! hehehehe

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...