quinta-feira, 28 de julho de 2011

O relacionamento do escritor com tua a escrita


No escuro, não estou no caminho. Não há ninguém para me olhar por cima do ombro. Estou aliviada! Depois, como num impulso irreprimível, vem a necessidade de escrever. No escuro, mal distingo o débil contorno claro de uma folha de papel - escrevo! parece ardiloso, mas é pura necessidade... Passo a escrever como se tivesse lançado um barco negro no mar bravio. Faço a minha escrita com luvas sem cor e óculos escuros, parando a todo instante, passando a mão embainhada sobre as páginas para sentir os contornos e as expressões das letras que não tem perfil. O resultado, é um tipo específico de texto, talvez os que se assemelham ao surrealismo em seus primeiros anos, porque é deste modo que se compõe a minha alma.
Como não quero reler o que consegui extrair do âmago, impõe-me-lhe certa continuidade. Eu tenho que soltar as letras... Tenho que deixá-las voar e seguir... Deixo-me levar pela pulsação das letras à medidas que elas vão se desenhando no papel; a pontuação desparece...  Repetições, ritmos, estruturas serão quase biológicas, não intelectualmente concebidas.  
Com minha conversa com meus leitores, através de meu blog, ou até de minha escrita, eu de olhos fechados a ver por trás das pálpebras as palavras se movendo como que numa tela - são suspiros a procura de um orgasmo...
Eu escrevo sempre na tentativa de me apagar...
Quero roubar o contexto e fazer dele a minha personalidade persuasiva, pois deste modo, mergulha-se diretamente num sonho como se ele fosse real.





******************************


Cantinho do novo autor



APRESENTO-LHES - 







Romance poético que narra a história de Mônica, uma jovem escritora brasileira, ao iniciar um novo livro, ela mostra uma parte de seu mundo particular e nos leva a crer na fantasia de como o cotidiano pode ser perpetuado em uma obra. Baseado em pessoas de seu próprio convívio, as experiências que tiveram juntos, ela transforma em uma trama fictícia, como a introspecção de cada um dos envolvidos neste contexto. Na trajetória do texto, vemos a dificuldade de alguns em vencer seus traumas, momentos difíceis que os levaram a se auto analisar para tentar acreditar na possibilidade de merecer uma segunda chance de ser feliz. Para lhes mostrar uma lúz no fim do túnel da insegurança, surge um protetor que interfere espiritualmente em suas decisões, como um conselheiro, este estranho personagem dá um colorido especial a história de Mônica, tornando-se de fundamental importância para a conclusão de seu trabalho. Mostra também a magia de como os caminhos das pessoas se cruzam, a forma natural como os personagens aceitam as drásticas mudanças em sua vida, é fator relevante neste drama, pois, mostra o potencial de cada um ao buscar elevar a sua auto estima. Enfim, o lado psicológico é tema constante, inserido como a introspecção de cada um dos envolvidos neste contexto, há também uma pitada de moderna espiritualidade, onde eles reconhecem os seus próprios valores enquanto seres humanos, vindo então deste reconhecimento a justificativa de suas ações.

OBS - um livro excelente; de conteúdo viscerante e que nos remete ao autoconhecimento! Parabéns, Vera, pela inciativa deste livro que certamente, nos será de grande valia.






LIVROS QUE SERÃO SORTEADOS EM AGOSTO NA PROMOÇÃO - SIGA E CONCORRA
 ( estão todos postados no blog a fim de que conheçam a leitura)





Texto e criação de Adriana Vargas de Aguiar, ao utilizar este texto, por favor, não se esqueça de mencionar a autoria.

17 comentários:

Thaís Cavalcante disse...

Ótimo texto Adriana, como sempre! Ser escritor as vezes é um pouco complicado né? Buscar inspiração, transformar o contexto, recriar uma realidade. Admiro muito seu trabalho!

Beijinhos! :*

http://www.thedesireoftheday.blogspot.com/

Verafonseca disse...

Oi! Adriana, obrigada por ajudar a divulgar o meu livro, fiquei muito feliz com o seu incentivo, é muito importante pra mim. Penso que devemos aumentar o vínculo entre os (as) escritores (as), e você, é um elo importantíssimo, pois, esta sempre inovando, adoro passar por aqui e ler os teus artigos, já virei fã deste blog, hehehehe
Meu site esta aberto a todos, vamos aumentar o elo desta corrente......
bjussssssssss
Verafonseca
http://veraluzdasletras.webnode.com.br

Mauro S disse...

Oi amiga, avisa se eu ganhar visitando meu blog, porque como verás, não posto sempre no blog.
Beijos, obrigado, Mauro

Jorge Sader Filho disse...

Escrever, muitas vezes, torna-se uma compulsão, cara Adriana!

Beijos,
Jorge

~^~ Lena Lopez ~^~ disse...

Oi Adriana, nós que escrevemos, sabemos como isso se torna uma satisfação, quanto mais escrevemos, mas clara fica esta necessidade.
Dá uma olhadinha no meu blog, estou fazendo uma promo~ção entre os leitores.
BJOS
Lena

A Mina do cara! disse...

Eu não consigo ter uma relação romântica assim com a escrita.

um beijo

Gabriela Wegner disse...

Parabéns pelo texto Adriana! :)

Algum dia ainda me tornarei uma escritora e terei essa paixão por escrever. ;D

Rafah Jenuino|Publishing Group. disse...

Olá,
Muito interessante teu blog, já estou seguindo!!!

“É nesse ar fresco que meus cabelos são levados, é neste perfume que os lírios exalam...”

Abraços,

Rafah
Blog Eternus!
Http://eternizadoempalavras.blogspot.com/

blog. da Tereza Maria disse...

Escrever é navegar,
Flutuar
Ir além de nós mesmos.
Realmente cada pessoa que passeia por nosso espaço nos deixa mais feliz.
Parabéns , querida poetisa e obrigada por dividir esse diário conosco.
Beijo na alma
Saudações Poéticas!

Bruna Heloiza Zielosko disse...

Escrever é como criar um outro mundo.
Amei o texto.

Vinicius Carvalho disse...

Olá Adriana!!

Tudo que você escreve por incrível que possa parecer- pelo menos neste texto, me descreve.

Adorei!

Perdoa se as vezes demoro a vir- entre trabalho, casa, namoro tenho que encontrar o meu equilíbrio e assim encontrar um tempo pra amim.. rs.

Quanto ao sorteio o jeitinho que você fizer para mim esta ótimo!

Deixo meu beijo- minha admiração e desejo a você uma ótima tarde!

Espero por você no Alma!

Evanir disse...

Nada é impossil.
Na força da possibilidade
Encontra na vontade
O predominio da tenacidade.
E mais mais resistente e insitente
Do que a simples coragem
Para empreender (A VIAGEM)
Minha cola de hoje.
Foi feita pela minha amada
e muito querida (Eloah).
E ESSA FORÇA RECEBIDA.
É ESSE AMOR SEM MEDIDAS
QUE ME DA FORÇA PARA SEGUIR
A JORNADA DA MINHA VIDA
UM FINAL DE SEMANA NA LUZ
E NA PAZ DE JESUS.
BJS.NO CORAÇÃO.EVANIR.
AMADA..
JÁ ADD VC COSTUMO FICAR AUSENTE ,OCUPADO E OF.

Lilá(s) disse...

Linda essa relação com a escrita, ainda um dia a sentirei...
Bjs

Leonel disse...

Adriana, ao ler as primeiras frases, a palavra que me veio à mente foi: surreal!
Logo adiante, você assume o surrealismo presente no teu texto, como na tua alma.
Muito agradável!
Abraços!

DENIS LENZI disse...

Adriana, eu não sei o que dizer sobre o que você escreveu. É belíssimo, é a palavra exata que sei dizer. A combinação do texto e as imagens foram excelentes. Gostei mesmo.

Severa Cabral(escritora) disse...

minha loirinha linda !
O texto está bem elaborado,fácil de ler e interpretar...eu amei e meus aplausos...
Aproveito para convidá-la a passar no blog do meu amigo e ler uma postagem que ele fez prá mim,se possivel add ele aos seus amigos,pois ele é novo no blogesfera...bjssssssssss
pedrofransilva.blogspot.com

Evellyn disse...

Escrever é uma delicia!
Gostei mesmo do texto - pena que não sei fazer poemas!
Mas acho que escrever é realmente uma maravilha sem explicação - ou com...

bjs
Hey Evellyn!

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...