terça-feira, 26 de julho de 2011

A sina de um poeta





O poeta chorou...

Chorou pelas veredas onde existia o vazio... 
Seus olhos não puderam ver as linhas que traçou.
Ninguém viu... 
Não soube dizer o quanto de alegria ou tristeza existia em suas palavras;
Ficaram transparentes; invisíveis - seu sonho embrulhado em fitas, aos poucos desatando os nós, a cada Instante, mais longe em ser alcançado, pois os olhos que o liam, estavam cegos; ofuscados.
O poeta chorou pelas horas gastas diante de suas ferramentas utilizadas para escrever,
Procurou por respostas - não encontrou.
Procurou por perguntas - somente viu e ouviu as dele - Por que?
Por que não deu, se dei a minha vida?
Por que não viaja até as estantes, se não dormiu; se não comeu...
Se nasceu e morreu, todos os dias plantando em seu jardim...
E quando veio o sol, ficou olhando os raios infiltrarem no solo semeado
Não dormiu esperando a chuva para aguar, trazer força e vida para as suas letras...
O poeta sorriu.
Um pequeno ramo viu crescer por entre a plantação...
Pequenino... Oh! Divino!Como o esperei!!!
Beijou suas delicadas folhas.
Molhou-as com as lágrimas que agora sussurravam alegria...
Perguntaram-lhe: - poeta, por que não sai de cima desta planta e não vai participar da vida fora do seu jardim?
Respondeu o poeta - por que não sei viver sem estar aqui...
Insistiram - mas, poeta, por que não vai participar do noticiário? Olhar o que acontece no mundo?
Ele respondeu - por que acabei de receber a melhor notícia que o mundo poderia me trazer!
Tentaram-no - Você não quer ganhar dinheiro? Isso aí, é utopia, vai morrer de fome poeta!
O poeta defendeu - vou morrer longe daqui, de fome, ou de sede; de desgosto, ou tristeza... 
O indagador seguiu, desistiu de persuadir...
O poeta voltou ao teu ofício. 
Enxugou o suor do rosto e ajoelhou-se diante de tua obra. 

Este texto, meio poesia, meio prosa, dedico a todos aqueles que entendem perfeitamente, não o que eu quis dizer, mas tudo que senti para dizer.
  


Texto e criação de Adriana Vargas de Aguiar, ao utilizar este texto, por favor, não se esqueça de mencionar a autoria.


******************

Cantinho de um talento 







Já que vou passar todos os dias do resto de minha vida no futuro, somente ele me interessa hoje.
É com esta ótica que Tallek descobre que não é o único, quando uma falha no portal que conecta dois universos, um humano se projeta em um mundo totalmente novo.
Agora o Homem será colocado novamente à prova, antigas perguntas voltam a penetrar a mente incitando a imaginação, a memória, o raciocínio, as ilusões, bem como sensações comuns, que permeiam a vida de todos.
Descobre-se que o importante não é conhecer as respostas, mas saber o que fazer com elas.O nosso cérebro é composto por milhões de códigos inconscientes do saber, estes códigos só são acessados de acordo com a sabedoria das palavras que você ouve ou lê a respeito daquele assunto. Pode ser que através desta leitura alguns códigos inconscientes de entendimento da vida poderão abrir e transformar o seu destino.

obs - Este livro está participando da promoção de setembro, e desejo a Jean, tudo que ele merece, e o que vocês irão concordar ao ler, logo nas primeiras páginas deste livro.



11 comentários:

Entrevidas disse...

Muito obrigada pelo convite de participar da promoção. Quero participar da promoção dos novos autores. Beijos

Angela Graziela disse...

Bacana essa promoção
Mas eu não sou muito de poesia
.-.
Beijos

Yolanda Hollaender disse...

Gostei do texto A Sina de um Poeta.
Acredito mesmo que toda poesia criada é como o semear... Pode ser lento o despontar das primeiras folhas... E, quando isso acontece é uma alegria imensa. Daí por diante, é cuidar, esperar e ver o resultado.
Bonito, Adriana!
Aproveitando, agradeço seu convite para participar do sorteio.
Meu abraço sincero,
Yolanda

Evanir disse...

Muitas vezes não temos muito a oferecer,
ou repartir,mas enquanto existir palavras
que tragam de volta a esperança perdida nas longas
dificuldades da vida,
elas valerão mais do que do qualquer dinheiro ou bem material,
porque renovam a vontade de lutar
até encontrar soluções para nossos problemas.
Algumas palavras, nos momentos certos trazem de volta,
a vontade de viver e tem o poder de transformar
quem está quase desistindo.
Um beijo no coração para sempre sua amiga,Evanir.

Vilma Gonsales disse...

olá, tudo bem? Obrigada pela visita em meu blog e pelas lindas palavras, fiquei super feliz!
Gostei muito do seu blog, achei interessante sua iniciativa de dar oportunidade a novos poetas.
Estou aqui também para te falar que: "quero participar da promoção dos novos autores!" Bjos: Vilma

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa noite minha loirinha linda!
Amo estar por aqui...sinto paz...e vc como está?
Participar desta promoção de autores é tudo de bom...
Bjs de boa noite minha menina linda!

Mauro S disse...

Obrigado pela sua visita ao meu blog e muito lindo e interessante o seu.
E "quero participar da promoção dos novos autores!"
Abraços!

Glaucea Vaccari disse...

O que eu acho bacana na poesia é que cada pessoa pode interpretar de um jeito. As vezes o autor escreve de uma forma, mas de acordo com realidade interpretamos de outra. E isso é o genial na poesia.
Obrigado pela visita. E vi que vc é de Campo Grande. Bacana, tbm sou *-*
Quero participar da promoção dos novos autores.
Bjo

Jose Sepulveda disse...

O Blog é um encanto. A iniciativa é muito interessante, um incentivo para aqueles que gostam de poesia. Parabéns.

Manager disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Manager disse...

Ops, tive que excluir e corrigir o mês do sorteio que vou participar, agora sim.

Aqui estou, virtualmente para dizer que em breve vou falar algo em meu blog, sobre poetas. E para dizer que também estou muito satisfeito de ter meu livro entre os sorteados deste vindouro mês de setembro.

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...