segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Trecho do meu livro - O oitavo pecado capital



Este livro conta a saga de um anjo que se apaixonou pelo o seu guardião e mestre dos ensinamentos, o deus grego, Hermes; ela terá que fazer uma escolha, e neste impasse, vive intensamente uma batalha que a persegue entre o bem e o mal, em uma ode mitológica; o anjo,  comete o oitavo pecado capital e é expulsa do Jardim, por não cumprir a sua missão, violando as leis divinas, e lutando neste maniqueísmo, em nome de uma paixão.

...  Todo o meu ser, somente pulsa pela energia vinda dele... Com isso, reconheço, e pressinto que é a razão de toda forma de vida em mim; pensamento, sentimento e ações.
          Passei a noite olhando a minha imagem refletida na água do lago com o clarão dos corpos celestes vindo do céu. Pensava e sentia a presença de Hermes; embora não o visse em lugar algum. Talvez ele não aparecesse mais depois do incidente de nosso último encontro. Olhei tristemente para uma estrela e fiz um pedido; mesmo sabendo que isso implicaria em resultados catastróficos. Pedi para ver, mesmo que por vez última, o deus do meu coração. De que adiantaria, ele desaparecer diante dos meus olhos, se eu não consigo apagá-lo por dentro.
Não o vejo, mas sinto a sua presença. Hermes tinha poderes capazes de estar em qualquer lugar sem ser percebido; ele entrava nos pensamentos; nos sonhos e vasculhava a alma de quem quisesse... Ele estava por perto; bem sei. Volitei em torno do lago; olhava para as árvores e nada. Uma sensação desconfortante invadiu o meu ser e senti-me agoniada.
— Se não for para se fazer ser, por que veio? – Não precisaria ter dito em voz; se pensasse, seria o mesmo efeito; mas queria tirar de dentro o mal que estava me atingindo; um desabafo ansioso na calada da noite.
Eu não sentia sono. Hermes poderia me induzir ao sono se quisesse; mas ele não o faria; não participaria de minha escolha pela ruína de minha angelitude.
  — E por que veio? – já estava me zangando — Não me fale de amor! Não faça promessas que és incapaz de cumprir... Você não pode dar o que não tem; aquilo que te falta no coração vazio... Não me puxe pela mão, levando-me por caminhos que jamais estivestes. Somente conheces dentro de mim, os atalhos que o permiti ir. Não me diga palavras que incomodam em ti... Que não me ama como te amo... Que não se importa com o tanto que me importo... Nem olhes os teus defeitos estampados na coragem de dizer que sou... Louca... Por ti... Não preciso de máscaras para te falar de amor; só preciso do que sou; isto é digno, deus Hermes...
Um imperioso silêncio; somente os insetos noturnos se pronunciavam.
  — Não é o deus Hermes? Não pode impedir-te de vir até aqui? Onde estão os teus poderes sobrenaturais? - estava mais irritada à medida que a ânsia em vê-lo revirava tudo em mim — Falo palavras bruscas para provar minha loucura desde o dia em que lhe conheci; troquei o posto de anjo pelos beijos teus... Quebro teu telhado; firo tua honra Rebaixo-me; desço da honra, mas não acredito em tuas mentiras prazerosas; meias verdades... Dou-te a minha pele se tiveres frio, mas não zombe daquilo que tenho fé... Não brinque com o sentimento de uma loba... Ou ela te salva... Ou ela te mata... Você decide em qual lado vai ficar?
Ele não respondeu. Ele não queria responder; queria me enlouquecer — Diga que o que sente por mim, é o mesmo que sinto por ti? Se for para ficar, que fique... E fecha os olhos para me beijar... Se for para sangrar-me, que vá, e leva tudo que é teu... Mentiras... Enganos e saudades...
Novamente não houve resposta. Num clarão como a uma chama acesa foi materializando a espada em cor de fogo, ofuscando o meu olhar, que agora era uma sentinela guardando com fervor a sua aparição. Em instantes, a forma de uma lira, foi surgindo ao som doce e cálido. A lira ficou suspensa no ar, apenas as cordas se moviam, sem a aparência das mãos que eu desejava beijar. Queria ver, imensamente a lira envolta pelo corpo adorado, com as mãos desejadas voltadas ao peito que escondia o coração que eu quero amar; imaginei cada dedo de meu amado, pousado na corda seguinte. As cordas cantavam como os anjos do Éden. Eu ouvia além das cordas; ouvia o coração de meu deus, trazido pelo som onipresente. O som celeste do instrumento, tranquilizava-me; estava sendo transportada a um espaço de bem estar e paz. O sono vinha lentamente, em ondas serenas que eu me deixava entregar; minha guia... Um amor que não se compreende... Não quero ser acordada; ao som supra-sensível de lira, ele me ama; possui-me como se a ele pertencesse. Ao certo, que sim. Não voltarei mais. Toda a melodia em sincronia com o meu ser; deixando-me nua; desposando-me para a eternidade.
Adormeci o consciente. Hermes operava agora em meu subconsciente e eu podia sentir suas mãos. Ah! Quanto desejei este gesto. Estávamos volitando em um abraço terno e sua alma voava dentro de mim. A constelação havia desaparecido, assim como o lago e a escuridão da noite. Ele me encaminhava para algum lugar. Olhei em teus olhos azuis e os imaginei naquele tom negro, como o primeiro encontro que me enfeitiçou; desejei que este momento não mais se findasse. Calmamente, teus lábios procuraram os meus, seu hálito fresco purificava minhas falhas; sentia a alma sendo esculpida tal como um diamante bruto. Não sei se fui beijada, mas isso era tudo que eu mais queria.



 OBS - O livro está sendo revisado e preparado para a publicação, bem como resenhas, resumos, etc.











cantinho do novo autor:

DEVANEIOS LITERÁRIOS DE MARIANA COLLARES


Excerto do livro: Num tempo em que as palavras abundam e a vontade de ler é tão pequena, num tempo de tantas ideias e tão pouca filosofia, escrevo como para deixar uma lápide pessoal para a história. Nada de especial. Talvez nada tão importante, mas um grito diminuto, silencioso, de alguém que insiste em viver pela palavra, pela filosofia, pelas ideias e pela possibilidade de tudo isso.

Sinopse: “Nenhum homem é uma ilha, um ser inteiro em si mesmo"... O fragmento do famoso poema de John Donne abre as portas do Blog que dá nome a este Livro. E não por acaso. Por não se sentir uma ilha, mas um ser imerso em um mundo de contrastes, a autora deu início a uma coletânea de divagações literárias - obras do pensamento de um ser em movimento, atuante e observador do cotidiano. Este livro é uma coletânea das melhores crônicas publicadas em cinco anos de devaneios.

ESTE LIVRO SERÁ SORTEADO EM SETEMBRO

Texto e criação de Adriana Vargas de Aguiar, ao utilizar este texto, por favor, não se esqueça de mencionar a autoria.

19 comentários:

Vinicius.C disse...

Olá!!!

Cheguei... rs

Bom saiba que você peca ao entregar um pouquinho e nos deixa assim- com vontade de muito mais!

Desejo sucesso para seu livro, que tudo de muito certo, que percebam seu talento.
Deixo aqui registrado minha admiração, sinto-me honrado por fazer parte dos seus- muito obrigado por isso!

Fico aqui na torcida, nunca ganhei nem rifa... rs

Um beijo enorme e uma ótima semana!

Já sabe, espero por você no Alma!

Vinicius.

Caçadora de Livros disse...

Amiga... nesse fundo coloque as letras ou em preto ou em branco, pra n cansar a vista ^^
Adorei o gostinho do livro!
bjs

Anne Lieri disse...

Adriana,parabéns pelo excelente texto!Tenho certeza que seu livro fará muito sucesso!Um lindo blog,amei e quero participar dos sorteios!bjs,

MARILENE disse...

Mais uma vez tenho que elogiar seu trabalho em prol da leitura. Com os sorteios, os premiados conhecerão uma obra e a divulgarão.
O pedacinho de seu novo livro já mostra o quanto de sentimento nele colocou, através dos personagens. Só posso lhe desejar um enorme sucesso.

Bjs.

Ma Ferreira disse...

Parabéns pelo sua escrita. Cuida bem do seu DOM!!

Um beijo..
Ma

Catia Bosso disse...

Que Hermes 'xeretinha' né! rsrs (com todo respeito) Gostei do texto!

bjsss meusss

CAtita

Marcelo Lima disse...

Lindo ! super ansioso pela leitura ... adorei a capa.

Leonel disse...

Lindo e romântico texto!
Mas, Hermes é aquele deus protetor dos ladrões, sorrateiro e veloz, que tem asinhas nos pés?
Parece que também rouba corações!
Abraços, Adriana!

Maria do Carmo disse...

Oi amiga
Estou te visitanado pela primeira vez. Te conheci através do Vinicius. Vejo que seus livros são romances e é uma linha que gosto muito.
Boa sorte. Abraços

Lau Milesi disse...

Drisph, adorei o excerto. Muuuito bom!!! Quase todas a noites, antes de dormir, evoco Hermes.:) Também o Deus dos sonhos, não é? :)

Quero e vou :) ganhar um livro, estou na torcida para...

Um beijo e parabéns!!!

Glaucea Vaccari disse...

Adorei. Adoro essa coisa de deuses, mitologia.

Seria um prazer resenhar seu livro.
Vou deixar meu e-mail qualquer coisa coisa vc entra em contato. Podemos até marcar algo *-*
glauccea@gmail.com

Bjo e sucesso com o livro.

Severa Cabral(escritora) disse...

Boa noite minha loirinha linda!
Menina do céu vc tem um dom nato,na escrita vc arraza,fico só babando de tanta inteligência que transpassa teus limites.Desejo muito sucesso com seu livro...
Bjssssssssssssss

SOL da Esteva disse...

Drisph

...até os Anjos se apaixonam!
O Amor não escolhe os personagens; o contrário é a tentação dos humanos.

SOL

Everson Russo disse...

Um anjo que se apaixona,,,perfeito,,,com certeza uma história que promete muito,,beijos de bom dia.

Maria Alice Cerqueira disse...

Bom dia!
Estou passando para lhe deixar um lindo dia, coberta de muita paz e amor!
Tudo do melhor para voce viu
Abraço amigo!
Maria Alice

ediney disse...

gostei do que li, seu deve ser gosto para um boa leitura

Simone MartinS2 disse...

Bom dia, te vi nos meus comentarios e vim agradecer...obrigada! Resolvi ficar e te seguir, a noite virei com mais calma para te ler, afinal, a manha passa muito rapida e tenho que ir trabalhar...Bjin e ate mais!

A.S. disse...

Drisph

Belissimo excerto! Quero ler esse livro!!!!!!!!!

Beijos,
AL

OceanoAzul.Sonhos disse...

Gostei muito de passar aqui e conhecer um pouco de sua escrita. Esse livro me parece excelente e emocionante.

Magnifica maneira de promover as obras dos outros escritores.

Um abraço
oa.s

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...