terça-feira, 23 de agosto de 2011

A vida real de um escritor


A vida real de um escritor
Hoje o dia parece ter feito cair sobre mim, os pecados que não serão perdoados...
Angústia que se soma a decadência, apenas por um minuto... Refém de uma revolução anterior, frustrada...
A palavra é esta - frustração!
Caminho por sobre os meus textos tal como a leoa que perdeu seus filhotes para a derrota dominadora, que em segundos levam de mim, o restante de esperança que este segundo poderia alcançar um sorriso...Só por um segundo.
Meu sorriso não está na relés autodidata que ensina - viver é respirar...
Conspiro contra este estado de prisão... Tentando novamente... Preciso chegar lá... Não sei onde vou parar; como alcançar; como abraçar o sonho vivo que custa as lágrimas de um palhaço que sonha em ser escritor...
Os olhos úmidos de um escritor que comunga com a inspiração - Não morra! - pedem as palavras conjugando um verbo inventado apenas para me fazer renascer... "Sou teu deus que lhe dá vida!"
Tudo que há em mim, desce do trem aos poucos, não querendo levar as malas, só para saber até quando o motor aguenta.
Onde estão os parabéns que massagearam o  ego, porém, somente foram artefatos que me impulsionaram a chegar até o dia de hoje... É só hoje.... É só hoje?
Estão lendo...
Sinto os seus olhos curiosos querendo saber o que houve, e por que entristecer assim a letra, fazendo a palavra construída chorar debruçada sobre meus rabiscos; apenas projetos...
Vocês leem os meus projetos!
Por que não me deixem de ler?
Por que insistem em saber até onde posso ir carregando esta bagagem pesada que não me deixa em paz, nem quando vou dormir... Por que não quero ter paz? Por que não quero dormir...
Por que sonho que estou escrevendo? E quando acordo, escrevo sonhando? Sonhando...
Por que tudo não basta, mesmo quando está por um fio? Um fio que não chega; que não arrebenta, destroçando as migalhas que crio, recrio e me alimento sem saber que salvam a minha vida...

Não tenho as explicações...
Apenas queria realizar o sonho que não é somente meu, mas de tantos que acreditam que irá chegar a hora certa, por terem fé que ela virá.

E ela virá...
É o que resta por hoje... É o que tenho para hoje - a fé e a conduta - a vida real de um escritor!


Adriana Vargas de Aguiar
(Texto e criação da autora , ao utilizar este texto, por favor, não se esqueça de mencionar a autoria.)


Conheçam meu novo livro O oitavo pecado no link http://www.bookess.com/read/9565-o-oitavo-pecado/

SINOPSE:
Henaph nasceu com a missão de guardar o Éden, porém, desde antes de nascer, ainda no ventre de seu criador, ela já sonhava com a possibilidade de criar seu próprio mundo. Foi incumbida pelo Grande Pai em receber os ensinamentos do deus Hermes, seu mestre e protetor, a fim de que se prepare para ser o anjo guardião de pessoas que ainda iriam nascer. Henaph acabou se apaixonando por Hermes, descobrindo sua falta de vocação para continuar em sua missão, acaba por cometer o oitavo pecado capital, e é expulsa do Éden perdendo a imortalidade e seguindo para uma dimensão esférica menos evoluída, lá, ela conhece Minos, o rei de Creta, e se envolve em um triângulo amoroso cheio de mistérios e intrigas.


*****


CANTINHO DO NOVO AUTOR

APRESENTANDO:


O ano é 2095 e o local é a cosmopolita Labínea, cidade-estado e capital do exótico planeta Akelon. Este livro conta a história de uma avassaladora crise de proporções étnico-sociais, duas nações declaram guerra, o motivo: os humanitons, nativos do planeta Akelon, não aceitam que os povos répteis nativos do planeta Lazarrá, apelidados de forma pejorativa de kechanianos, estabeleçam moradia em seu mundo, alegando que eles podem lhes prejudicar no futuro, porém estes não têm mais para onde ir, já que o planeta Lazarrá fora pulverizado por um asteroide. Mas isso é apenas parte do problema em Labínea, a jovem ministra Sarah Redner enfrenta criticas fervorosas e ataque pessoais por evitar o uso de armas de destruição em massa contra a cidade-caverna de Kecham e sempre busca a paz e o diálogo. O maléfico chanceler Dam Sioux não perde nenhuma oportunidade de tentar colocar a ministra contra a opinião pública e ridicularizar seu governo. Entretanto com a chegada do aventureiro Nyck Falcon, Sarah irá depositar nele as suas últimas esperanças na busca pela paz e manutenção da democracia em Akelon.


NOVIDADES!!!

CONFIRAM OS LIVROS DA PROMOÇÃO DE SETEMBRO - SERÃO 16, SÓ PARA VOCÊS! QUANTO MAIS COMENTAREM O BLOG, MAIS CHANCES TERÃO DE GANHAR, POIS O SORTEIO SERÁ FEITO ATRAVÉS DOS NÚMEROS DE COMENTÁRIOS; TRAZENDO MAIS ALGUÉM PARA FAZER PARTE DE NOSSO QUADRO DE SEGUIDORES, AUMENTA AS SUAS CHANCES EM GANHAR, POIS SE ESTA PESSOA FOR SORTEADO, VOCÊ, COMO INDICADOR, LEVARÁ TAMBÉM UM LIVRO!



20 comentários:

renatocinema disse...

Estou ficando feliz da vida......cada vez que entro nesse site me delicio com leitura.

Sandra Botelho disse...

Maravilhoso...Bjos achocolatados

Anônimo disse...

Estou viciada no melhor blog do mundo! aida mais agora que sei da promo! Parabens!!!!

Francine Cruz disse...

Muito emocionante esse texto. Está de parabéns Adri e vamos continuar sonhando e lutando, pois o sol nasce pra todos! Bjos

Simone MartinS2 disse...

Boa noite...adoro historias com triangulo amoroso, um sempre sofre...bjin...to por aqui hein?

Evanir disse...

O seu carinho é tão contagiante,
que se eu estiver me sentindo triste,
suas mensagens sempre conseguem me animar.
A sua amizade é importante para muitos,
e principalmente para mim.
Só o fato de você existir já é motivo de alegria
Obrigada pela paz que você transmite,
e pela luz que irradia do seu coração.
Beijos no seu coração,Evanir...

Leonel disse...

Palavras que brotam como flores do campo na primavera...
A determinação parece sempre presente nos teus escritos...
Boa noite, Adriana!

Paulo Cesar PC disse...

Um belo texto. Sem dúvida nenhuma é um texto de uma pessoa que além de saber escrever, tem o que escrever. Um grande abraço.

EDER RIBEIRO disse...

Ótimo texto, Adriana. Abçs.

Severa Cabral(escritora) disse...

minha linda menina !
Como vc está...não nos cruzamos mais,deve ser nosso tempo nos consumindo,nos tirando do tempo para o tempo...
Estive afastada por ums dias da net por motivo de viagem,mas já voltei...
Depois passarei um e-mail prá vc...
Seu texto relata na essência a vida real do autor...
Bjsssssssssssssss

Jenynha san disse...

ain... *-*

Q Perfeito!

"Sinto os seus olhos curiosos querendo saber o que houve, e por que entristecer assim a letra, fazendo a palavra construída chorar debruçada sobre meus rabiscos"

Lillo Dogmez, o licantropo. disse...

FAÇO MINHAS AS PALAVRAS DE CHARLES BUKOWSKI: "ADVOGADOS, MÉDICOS, BOMBEIROS MECÂNICOS... ELES É QUE FICAM COM TODA A GRANA. ESCRITORES? ESCRITORES MORREM DE FOME. ESCRITORES SE SUICIDAM. ESCRITORES ENLOUQUECEM." ESSA É A VIDA REAL DE UM ESCRITOR. E EU ESTOU INDO POR ESSE CAMINHO. JÁ ME CONSIDERO UM MEIO-INSANO. BELO TEXTO.

TEXTO NOVO NO MEU BLOG. ACESSE, LEIA E COMENTE. E SE NUNCA FOI LÁ E PREFERIR... SIGA:
http://thebigdogtales.blogspot.com/2011/08/o-monge-e-o-licantropo.html

Antero disse...

É fascinante quando se lê algo escrito por alguém e se sente como sendo nosso...
Gostei muito de ler este teu texto :-)
Parabéns.
Um Abraço

Donnefar Skedar disse...

A gente que o diga rsrsrsrs

Lillo Dogmez, o licantropo. disse...

TEXTO NOVO NO BLOG. ACESSE, LEIA E COMENTE:
http://thebigdogtales.blogspot.com/2011/09/o-monge-e-o-licantropo-2-parte.html

Palavras disse...

Olá,

Vim reforçar o que precisamos todos os dias, a nossa vontade de continuar escrevendo!

Você nos anima a cada dia! A sua vontade e determinação nos contagia!

Grande abraço!

Fernando Soares disse...

Adriana, sensacional o seu texto, ainda mais com o auxílio luxuoso de imagem tão forte. Muitas vezes é exatamente o que acontece com a cabeça de um poeta.

Ana Claudia disse...

Por que você é maravilhosa e este sonho realmente não é mais seu, mas de todos nós que torcemos por você e acreditamos nesta sua capacidade.

Deus abençoe seus passos e que as portas apenas não se abram diante de você, mas que sejam escancaradas. Com aplausos eu termino de ler seu texto.
Beijos e um abraço carinhoso.

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Adriana.Que forte esse seu texto!
A procura pela inspiração nunca é em vão.
Um dia você poderá acordar, e encontrá-la ausente de ti,porém só um pouco, pois ela voltará ao teu aconchego, querendo se deliciar com que soprou aos seus ouvidos.
Você escreve com uma força incrível, e um talento que espero que nunca se perca, aliado sempre à humildade, pois sem ela, o escritor perde o seu brilho.
Continue lutando bravamente, pois os seus sonhos serão realizados quando você menos esperar!
Obrigada por sempre estar no meu singelo cantinho!Agradeço as sua palavras!
Beijo grande, e parabéns!

Lillo Dogmez, o licantropo. disse...

DEPOIS DE LER O COMENTÁRIO DAÍ DE CIMA, PASSA LÁ:
http://thebigdogtales.blogspot.com/2011/09/o-monge-e-o-licantropo-3-parte.html

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...