terça-feira, 20 de setembro de 2011

AMOR INCONDICIONAL



Amor não rima
com incondicional
O melhor adjunto
adnominal
para amor é racional
É preciso conhecer,
analisar qualidades e defeitos
de alguém para amar
Do contrário, não é amor
É paixão, em sua acepção pior
Beira a obsessão
e, em seu nome, cometem-se
injustiças, atrocidades,
criam-se monstros
Amor incondicional é irracional
e, a mim, cheira muito mal


Fernando Soares
Capim Branco (MG), 15/set/11


Texto e criação do autor, ao utilizar este texto, por favor, não se esqueça de mencionar a autoria.







A poesia de Fernando Soares é sem aspas. Nua e crua, como diziam os antigos. No entanto, romântica, sem queixas, sem dor explícita. Sem parênteses. Direta e amável. Esta é a palavra correta para descrever sua escrita – amável, dentro do tom. Pois há momentos em que grita. Na hora adequada. Assim:

Não há chaga aberta

Cicatrizes, decerto

Nem mágoa, nem júbilo

Dor, se há, só implícita

Vive a alegria, explícita,

No sorriso rútilo

No olhar esperto

Na palavra direta

16 comentários:

andreiapisco disse...

Olá blogueiro!
Sou membro da Cia e vim te convidar para participar do nosso livro de poesias e/ou convidar outros blogueiros que vc conheça!
http://ciadosblogueiros.blogspot.com/2011/09/livro-digital-de-poesias-arte-em-blogs.html
Conto com sua participação,
abraço!

@ Moda e Eu. disse...

Gostei do que o Fernando Soares escreveu, muito legal/

Mery disse...

Oi, é verdade o que ele escreve "nu e cru"...
Eu que sou super passional, só conheci amores "incondicionais", aquele que nos cega, nos transforma em irracionais...É obsessivo mesmo!
Eu sou uma apaixonada infeliz, confesso.
bjusss
Mery

Mery disse...

Quanto ao poema de Fernando Soares, eu achei legal, mas quem dera que amor fosse assim, só depois de alguns anos com o mesmo companheiro, o amor vai se tornando mais calmo, e deixa de ser obsessão e cheira bem...
adoro o teu blog, ficaria feliz se me seguisses.
bjussss

Francilangela disse...

Acredito que o amor à família é totalmente incondicional. Deus pensou muito bem nisto, afinal, como se explicaria um amor tão grande da mãe pelo filho sendo ele certo ou errado? Se assim não fosse, com certeza, muitas mães deixariam órfãos seus filhos, mais ainda do que encontramos por aí, na sociedade. A verdade é quem, passada a fase do desgosto, muitos filhos voltam ao primeiro amor.

Amandio disse...

Gostei da poesia! UM ABRAÇO, como sempre show o blog...
Amandio Sales

SOL da Esteva disse...

O Amor irracional não é Amor; aliás, tudo o que é irracional não tem discernimento e apenas deixa desilusão e dor.
Poema realista do Fernando Soares.

SOL

Anônimo disse...

Aprecio muito esse estilo poético, direto e reto. Consigo assimilar melhor o pensamento do autor. Respeito todos os demais estilos, é claro, mas me identifico com poetas como o Fernando. Parabéns!

Evanir disse...

Olá batendo cartão mais uma vez.
Gostei do seu poema cada um com seu estilo ,
mais todos me agradam uma vez que amo ler .
E a leitura ajuda a ativar a memória.
Beijos no coração.
Evanir

Mery disse...

Querida, ñ vi o teu rosto lá, com certeza vc não encontrou o lugar dos seguidores, meu blog às vezes não atualiza...Beijo, volta sempre, tá.

Malu disse...

Adriana, desculpa a falta de atenção.
Agora que pude ver que este blog é um espaço coletivo teu e de mais amigos de jornada.
Estarei aqui mais vezes com certeza.
Abraços a você e aos seus companheiros.

Paulo Cesar PC disse...

Parabéns ao Fernando Soares pela ótima e inteligente definição do amor. Os poetas realmente não são desse mundo. Parabéns de verdade. Um grande abraço.

Lilá(s) disse...

Gostei do realismo do poema de Fernando Soares!
Bjs

Rosane Fantin disse...

Que me perdoe o poeta, mas nunca conheci um amor racional. Concordo plenamente com a Mery e com a Francilangela.
Bj!

LUCONI disse...

Adriana gostei muito desta poesia de Fernando, se pudéssemos voltar a trás no tempo quantos dissabores não teríamos evitado, pois de repente a pessoa que tanto amamos não existe, é apenas fruto de nossa imaginação, do que idealizamos, e na nossa frente temos um desconhecido, parabéns pela postagem excelente escolha beijos Luconi

Fernando Soares disse...

Agradeço à Adriana pelo espaço e a todos pelos comentários.
O amor sempre é um tema rico e polêmico.
Abraços.

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...