quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Uma Noite Com Ellen Aim


Estou em frente da antiga casa de show, onde há uma placa que estava escrito: Des Plaines, o nome da cidade onde nasci, e onde morrerei em breve. Estava frio, e caia neve naquele momento. Não havia movimento na rua, outrora, jovens que circulavam por ali, frequentadores assíduos da casa de show que apresentava a sempre inigualável e talentosa Ellen Aim, uma estrela de rock que conquistou milhares de corações, incluindo o meu. 
A música não saia da minha cabeça, e era assim:

Eu tive um sonho com um anjo na praia
E ondas perfeitas começaram a vir
Seu cabelo estava flutuando num arco-íris dourado
E seu toque tinha um poder paralisante...

Encontro-me na faixa de meus 90 anos, com um coração gasto pelo tempo; não tardará a parar de bater, segundo diz o meu médico. Separado há três décadas, com os filhos já crescidos e formando família, nunca mais os vi. Esqueceram-me. Estou só, em meus últimos momentos de vida; decidi volta para esta cidade e rever a casa de show. Vivenciei uma época marcante que durou a vida toda. Andei com o auxilio de uma bengala, e sentei-me em um banco de ferro frio pela neve que o cobria. Meus olhos lacrimejam por causa do vento gélido, enquanto fitavam aquela casa de show; e fiquei revivenciando aqueles anos dourados de minha vida. Ainda ouço a voz dela na canção,

Eu tive um sonho com um anjo na floresta
Encantado no meio de um lago
De seu corpo saiam raios de luz
E a terra começou a tremer...

Enquanto flocos de neve caiam por sobre mim, eu pude, com meu sorriso singelo, visualizar a rua molhada, que refletia as luzes de neons multicoloridos. Era noite de outono de 1953. Havia jovens que vinham de diversos bairros para assistir ao show; na placa com neons azuis e vermelhos, piscavam os dizeres: ELLEN AIM – THE ATTACKERS. Entrei sozinho para o salão do espetáculo. Havia muita gente lá; garotada que gritava e clamava pela estrela de rock por sobre as luzes de neons que ofuscavam do palco...

Mas eu nao vejo nenhum anjo na cidade
Eu nao vejo nenhum coro santo cantando
E seu eu ainda nao posso ter um anjo
Eu ainda posso ter um rapaz
E um rapaz é a coisa mais próxima
A coisa mais próxima de um anjo
Um rapaz é a coisa mais próxima...

A sala estava escura, apenas feixes de luzes que iluminavam o palco. Lá estava a minha estrela. A garota dos meus sonhos. Ela está linda! Seus cabelos castanhos avermelhados pela luz vermelha do holofote; o rosto alvo e lábios rubros que mais lembrava um anjo. Seu corpo perfeitamente modelado e contornado por um lindo vestido de couro vermelho, e uma tira preta em torno do seu pescoço como se fosse uma coleira; nada cobria a sua beleza que tanto me atraia. Ela cantava assim, tão linda que chegava a derreter o meu coração:

Eu tive um sonho com um rapaz num castelo
E ele dançava como um gato na escada
Ele tinha o fogo de um príncipe em seus olhos
E soavam tambores em seus ouvidos...

Parei de frente ao palco, e sobre ele havia sete rapazes preparando os seus instrumentos musicais. Três negros e quatros brancos. Todos vestiam terno de cor cinza claro e gravata amarela. Ouço os murmúrios dos rapazes ao meu lado que diziam - Ellen Aim é a mais gostosa de todas; a mais linda! Tenho o desejo de levá-la para a cama em uma noite selvagem.

As meninas ficam admiradas por ela por ser única, forte e independente, coisas que os pais não aceitavam por ser uma atitude ousada. Eu não pensei dessa forma; desejei apenas que ela fosse minha e única mulher em minha vida. Muito mais do que levá-la para a cama, ou qualquer outra coisa, desejava tê-la ao meu lado para conversar; contemplar a sua beleza angelical, a sua voz que me enchia de contentamento e de esperança.

Eu tive um sonho com um rapaz numa estrela
Olhando para o mundo real
Ele está sozinho e sonhando com alguém como eu
Eu não sou um anjo, mas ao menos sou uma mulher

Ela canta lindamente, não há outra como ela; sua voz me enfeitiçava. Os rapazes deliravam. As garotas ficaram loucas e histéricas. E eu, imóvel, como uma estátua; um tolo apaixonado por essa mulher, que não podia me ver, nem saber da minha existência. Oh, Deus, como ela é linda...

Eu tive um sonho que quando a escuridão acabar
Nós estaremos juntos em raios de sol
Mas isto é apenas um sonho e esta noite é a realidade
Nunca saberá o que significa,
Mas você saberá o que sinto
Quando estiver por acabar (acabar)
Antes que você saiba que começou
(antes que você saiba que começou)
Tudo é possível esta noite
Pare de chorar (esta noite)
Antes que você saiba, acabou (esta noite)
A noite está apenas começando

Sim, a noite está apenas começando. A música vibrava. Meu corpo balançava. É impossível resistir ao ritmo contagiante; as batidas; as luzes de holofotes e aos neons. A multidão pula, bate as palmas e cantam acompanhado-a. Minha cabeça atordoa. Meu coração acelera. Esboço um sorriso. Ela canta. Ela dança de maneira sensual, “quero-a ainda mais, minha linda estrela...”

Deixe as rebeliões começarem
Deixe os fogos começarem
Estaremos dançando pelos desesperados e corações-partidos
Deixe as rebeliões começarem
Deixe os fogos começarem
Estaremos dançando pelos desesperados e corações-partidos...

Oh, Deus, como a quero tanto. Minha amada Estrela. Quero levá-la comigo para o meu lar. Será que sabe de minha existência? Será que vai me amar como sou, um nerd franzino e pobretão? Será que valho alguma coisa para ela? Alguns me diriam que ela é muita areia para meu caminhão.

Disse uma prece na escuridão para que a magia comece
Não importa o que pareça
A noite está apenas começando
A noite está apenas começando
Antes que você perceba acabou,
A noite está apenas começando
Antes que você perceba acabou...

Fecho os olhos e a imagino me vendo, e me admirando. Sim! Ela está me admirando e esboça um sorriso lindo e sexy para mim. Todos dançam. Os rapazes tocam seus instrumentos. As luzes acompanham. Ela não canta mais, apenas me olha como sempre desejei. Seus olhos percorrem sobre mim, primeiro meu corpo, depois meu rosto, e por último, olha em meus olhos por longos minutos. O povo canta.

Eu tive um sonho que quando a escuridão acabar
Nós estaremos juntos em raios de sol
Mas isto é apenas um sonho e esta noite é a realidade
Nunca saberá o que significa,
Mas você saberá o que sinto
Quando estiver por acabar (acabar)
Antes que você perceba acabou...

Ela desce do palco por uma escada; o povo parece não notar a sua presença no meio; caminha em minha direção, com seus lindos e longos cabelos lembrando a juba bem tratada de um leão; olhar magnetizante, lindamente fatal e atraente. Meu corpo treme. Meu coração acelera loucamente.

E tudo é possível esta noite
Pare de chorar (esta noite)
Antes que você perceba, acabou (esta noite)
A noite está apenas começando
A noite está apenas começando...

Ela para a minha frente, e me olha infinitamente. Sorri. Não diz nada, apenas sorri para mim. Eu fico bobo e feliz ao mesmo tempo. O povo pula, canta e vibra, enquanto olha para o palco sem a estrela de rock, que está agora comigo, apenas comigo e mais ninguém. Ela finalmente beija a minha boca, e seu sabor é adocicado e gostoso. Foi o beijo mais longo de minha vida. A música toca. Os rapazes sacodem. O povo canta. Batem as palmas. Ellem Aim me olhava e segurava a minha mão; finalmente, ela me diz: “Hora de ir, meu amor! Chegou a sua hora”. E eu faço um sinal com um sim. Sim! Estou pronto para ir. Estou muito feliz por ter você, meu anjo, me acompanhando em algum lugar que desconheço.

Deixe as rebeliões começarem
Deixe os fogos começarem
Estaremos dançando pelos desesperados e corações-partidos
Deixe as rebeliões começarem
Deixe os fogos começarem
Estaremos dançando pelos desesperados e corações-partidos...

Ela pegou a minha mão, e me levou em direção à porta da saída, por onde saia à luz pálida. Havia um lugar lindo lá fora; uma pessoa, na proximidade de sua morte, tenta reviver mais uma vez alguma época, em algum lugar, antes de partir, para realizar um sonho que tanto marcou a sua vida. O meu sonho foi este, reviver uma noite com Ellen Aim...


Texto criado por Denis Lenzi. Personagens e cenários baseado do filme Ruas de Fogo (em inglês: Streets of Fire). Criador e diretor do filme: Walter Hill - Ano de Produção: 1984.
Música: Tonight Is What It Means To Be Young - Fire Inc.
http://www.youtube.com/watch?v=HU_23LshQFk

19 comentários:

Donnefar Skedar disse...

Este texto não é bom, ele é lindo, simples, direto, inovador, mas com um charme antigo e gostoso de ler, ele foi retratado como uma opera ou algo clássico para um amante da arte, sendo escrito por Denis, não poderia ficar abaixo de Maravilho texto.

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
Especialmente hoje eu vim agradecer o seu carinho e apoio ao meu trabalho!
Muito Obrigado de todo o coração!
Abraço muito amigo!
Maria Alice

Francilangela disse...

Denis, você é maravilhoso!

Evanir disse...

Uma quinta feira linda pra vc. Sempre haverá um anjo zelando por você.
Acredite.
Renove-se. Ame-se de verdade. Agora é primavera vamos
sentir o perfume que exalam das flores.
Nessa primavéra linda venha comemorar comigo.
Os meus 1000 seguidores.
Muito simples mais deixei para você um mimo na minha postagem.
Agradeço o carinho a mim dedicado.
Deus abençoe você.
Eu Amo Cada Um De vocês.
Beijos de paz e luz.
Evanir
Um dos mais belos textos aqui já postados .
Lindo Dia.

glaucialourencosoares disse...

Nossa amo ler esses textos, sou alucinada!!! adorei seu blog!

Participando e Torcendo muito!^__^

nome: Gláucia Lourenço Soares
email: glaucialourencosoares@ig.com.br
seguidora: glaucialourencosoares
Twitter: @glaulourenco
Cidade/Estado: São Paulo/SP

José disse...

Também me revi aqui, nalgumas partes deste magnifico texto, em outros tempos, em outros lugares, mas tudo tem um tempo, e um tempo que passa correndo, e tudo começa, e tudo acaba, mas enquanto isso não acontece, é bom não perder o sonho.

Um abraço.

Nil Lima da Silva disse...

Olá Adriana e Clube,
vim agradecer e conhecer o blog de vocês e fiquei encantada...
Atualmente há uma fenda no meu coração causada pela disputa entre a leitura virtual e os livros fisico...não sei aonde isso vai parar...mas não dispenso blogs como este de vocês.
Infelizmente, por questão pessoal. não participo de sorteios espero que isso não seja impedimento para me tornar seguidora deste blog maravilhoso.
Bem...de qualquer forma, já me tornei...
Um grande abraço a todos e parabens a Denis Lenzi pelo texto maravilhoso.

Reflexo em Coisas de Mulher disse...

Vim retribuir a vista em outro blog meu,
e vim convida-la a passar la no espaço e
deixar suas impressões como mulher.
E me segue por la.
Bjins entre sonhos e delírios

Elisandra disse...

Gostei muito da intensidade desse texto, da música sendo embalada por ele. Lindo e especial.
Parabéns...Beijokas Elis!!!

Vou colocar o link do post junto aos links semanais que indico. beijokas Elis
A Magia Real

Juju Porcino Loureiro disse...

Boa tarde,
Obrigada pela sua visita e pelo seu convite. Já estou lhe seguindo espero q me siga tb.
Gostei muito do blog, aprovei e me encantei com tudo que vi e li por aqui. PARABÉNS PELO TRABALHO COLETIVO!!!
“O trabalho poupa-nos de três grandes males: tédio, vício e necessidade.”(Voltaire)

Denis Lenzi disse...

Olá Pessoal! Fico feliz que o meu texto tenha agradando a todos de vocês. Continuem visitando nosso blog. Beijaos!

Maria Alice Cerqueira disse...

Boa tarde Amigos do club dos novos autores, Obrigada pela sua visita no meu recanto, sejam bem vindos ao mundo Magico do coração.
www.mariaalicecerqueira.com
Um lindo dia coberto de muita paz e Alegria!
Abraço Fraterno
Maria Alice

Vinicius.C disse...

Olá meu amor!!!

Hoje venho só para desculpar-me com você e todos os amigos.

Tenho estado um pouquinho ausente, confesso que fui pego pela falta de tempo e ando perdido.

Desejo a você uma ótima tarde deixo meu beijo e desejo sucesso sempre!

Nos encontramos no Alma ou aqui!

Milla Pereira disse...

Minha querida nova amiga. EStou honrada com o convite e aceitei prontamente. Eu quero participar do sorteio sim e, se possível, tb colaborar como autora (não sei se isso é possível, não ficou bem claro para mim). Ontem, qdo. vim aqui, pensei ter concluido a ação de seguir seu blog porém, h, vi que não, então já me instgalei, confortavlemente por aqjui. Beijo grande.

Vinicius.C disse...

Oi Adriana!

Acabei de ler seu comentário, eu agradeço o incentivo.

A ideia de um livro nossa, é claro que existe, mas confesso não saber por onde começar.

Obrigado por declarar o desejo de ter a mim como escritor fazendo parte do clube, é importante para mim saber disso- quem sabe um dia!

Um beijo enorme e vou pensar melhor e ver se é hora de um livro meu, qualquer coisa entro em contato com você por e-mail ok.

Um beijo enorme e mais uma vez obrigado!

MARLON disse...

Lindo texto! lindo blog! Desejo a todos sucesso e plenitude. Agradeço a todos que estão votando no LAÇO DO PASSARINHEIRO.
Obrigado!Obrigado!Obrigado!
MARLON DE ALBUQUERQUE.

Nilson Barcelli disse...

Adriana, obrigado pelo teu convite.
Vou pensar no assunto... mas como eu já sou conhecido no mundo inteiro (até no Brasil... rsrs...) talvez não me junte à tua iniciativa.
Gostei do teu blog, é muito simpático e tem muito bons conteúdos.
Beijo.

Amandio disse...

Parabens abraço

Virginia lucia domingues disse...

DRI
NÃO CONHECIA A SUA MÚSICA FAVORITA, GOSTEI TANTO QUE COLOQUEI NO MEU BLOG.... VOU SEGUI-LA E FAZER PARTE DO SEU PROJETO QUE É MUIIIIIIIIIIIITO BOM..... BEIJOCAS

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...