terça-feira, 24 de janeiro de 2012

O Segredo dos Girassóis


Resenha crítica do livro “O Segredo dos Girassóis”, da autora Adriana Matheus.
Resenhista: Stéphanie Lyanie



Título da obra: O Segredo dos Girassóis
Edição: 1(2011)
Linha editorial: Ficção
Autora: Adriana Matheus




Breve resumo da obra:

O livro inicia-se com a personagem principal, Anna Goldin, já no fim de sua vida, escrevendo em seu diário no dia 15 de dezembro de 1822 sobre tudo o que viveu. Sua trama começa na cidade de Salamanca, na Espanha. Anna era uma jovem que ainda não havia conhecido o amor. Sua mãe morrera muito cedo, e seu pai viajava bastante – assim que desenvolveu um grande afeto, quase materno, por Maria, empregada da casa, e pelo resto da criadagem. Ela sofria muito nas mãos de sua madrasta, uma mulher de mau caráter, que havia se casado por dinheiro com o seu pai. No entanto, apesar de tudo, Anna a vê mais como uma vítima da sociedade machista. 

Anna estava tendo o mesmo pesadelo muito frequentemente: aparecia-lhe nos sonhos um certo monge, sempre à beira de um precipício. É quando Maria preocupa-se e se vê obrigada a contar-lhe que Anna, assim como ela, era uma bruxa, e que o tal monge que ela via em sonhos era o seu amor de vidas passadas. Os dois estariam presos um ao outro pela eternidade por causa de uma jura de amor que ele lhe fizera na outra vida. Assim, para voltar a ter sossego, Anna deveria encontrá-lo novamente e convencê-lo a desfazer a jura. 

É assim que Anna é iniciada como bruxa, fazendo viagens astrais para descobrir sobre sua vida passada. Mas ela também vai descobrir coisas sobre o passado de sua mãe, de seu pai e de Maria. Como se não bastasse tudo isso, o destino de Anna muda radicalmente quando ela se vê obrigada a casar com um falso conde – amante de sua mãe e impostor. Ele descobre que ela é bruxa e a chantageia, dizendo que vai denunciá-la à Inquisição se ela não se casar com ele e cooperar com os seus planos. 

O objetivo de Anna fica ameaçado. Será que ela vai conseguir proteger a ela e a Maria da Inquisição? Será que ela vai conseguir encontrar o monge?


Um “romance espírita”?

Este livro está catalogado como “romance espírita”, porque a autora recebe a ajuda do espírito do Padre Ângelo Wallejo Moralles para contar a estória. Na verdade, depois de um acidente que sofreu, Adriana sonhou com toda essa incrível estória durante uma semana, consecutivamente. Oito meses depois do acidente, enquanto esperava pelo seu filho caçula à porta da creche, distraindo-se com um bloco de notas e um lápis que sempre trazia consigo, a autora psicografou pela primeira vez: quase duas páginas de mensagens, com uma caligrafia que não era sua. 

Mas a coisa para por aí: não espere ler nada sobre espiritismo nesta obra. Muito pelo contrário, trata-se de um livro sobre a tradição wicca, seguida pela própria autora. É uma interessante para aqueles que, como eu, nada ou pouco sabiam sobre a tradição da Lua. A personagem Anna nos conta como se tornou bruxa, fala sobre a sua trajetória de aprendizado e, com ela, vamos aprendendo ao mesmo tempo os aspectos mais básicos dessa crença. 

A trajetória de Anna tem muito a nos dizer sobre temais atuais, como liberdade religiosa, o papel da mulher na sociedade e as marcas do machismo em nossa cultura. Além disso, todo final de capítulo traz uma passagem de Padre Ângelo Wallejo Moralles. São ótimas, pois refletem sobre a vida, o amor, o caráter das pessoas. Tais assuntos interessam-nos a todos, e isso nos aproxima dele. 

Abaixo, reproduzo uma dessas passagens: 

“Se o homem trabalha em prol da caridade, ele deve tentar entender a verdade, mesmo que a mesma não seja mostrada pelos olhos do aparelho. Se ele trabalha em prol de si mesmo, continuará confuso e no escuro constante de seus pensamentos atordoados. Felizes aqueles cuja compreensão de reconhecer os seus próprios erros torna-os sábios. E essa virtude faz com que eles ajudem o seu próximo em caridade e abstinência, sem interrogações ou especulações. Pois o maior dom divino está em ouvir e servir com humildade e perseverança. Muita paz e muita luz.”

Mistura entre realidade e ficção: vidas passadas

Segundo a autora, o Padre Ângelo Wallejo Moralles viveu no Mosteiro de San Francisco, na Espanha. Mas erra quem pensa que ele é apenas o espírito que a auxilia a contar essa estória. Ele é um dos personagens, o monge – o amor da personagem principal –, o que aumenta ainda mais o mistério da obra, pois ficamos curiosos para saber se parte da estória algum dia aconteceu realmente. No entanto, ressaltamos aqui: o livro está catalogado como obra de “ficção brasileira”. 

O mistério aumenta ainda mais quando a autora explica, no prefácio da primeira edição da obra, que Anna Shaara (Anna é a personagem principal do livro, e Shaara é a sua ancestral, é quem Anna foi em uma de suas vidas passadas) voltou em sua vida através de uma viagem astral (também chamada de auto-hipnose), em que mostrou toda a sua sabedoria. “Tive certeza de que estava na hora de contar ao mundo minhas experiências com os espíritos”, relata a autora. 

Outra coisa que nos deixa curiosos é a escolha do nome da personagem principal: Anna Goldin. Qualquer um que empreenda uma busca no Google vai descobrir que este é o mesmo nome da última mulher executada por bruxaria na Suíça, em 18 de junho de 1782. Mas a trajetória dessas duas mulheres não tem nada mais em comum do que o fato de terem sido consideradas “bruxas” e perseguidas pela sociedade. 

Os cenários


Mistérios à parte, vale a pena ler o livro sabendo de alguns detalhes que consegui com a autora para enriquecer a nossa leitura e ajudar-nos a mergulhar mais e mais no universo da obra. Trata-se dos cenários: apesar de a maior parte da estória se passar na Espanha, foi em locais portugueses que a autora se inspirou parar criá-los. A praça em que Shaara é queimada pela Inquisição foi inspirada no Pelourinho de Melo (link para a imagem), situado na freguesia de Melo, em Gouveia, distrito da Guarda, Portugal




A capa mostra Anna Goldin carregando às mãos um diário, em um campo de girassóis de um mosteiro, à espera de seu amado. O mosteiro mostrado foi desenhado segundo as orientações da autora, parecido ao desta imagem, por Ruy Alhadas, designer gráfico prestigiado na Zona da Mata mineira. Ele já trabalhou para as agências de publicidade mais famosas de Juiz de Fora, tendo seu trabalho suficientemente reconhecido pelo mercado para, assim, hoje ser um profissional autônomo e independente.




Ler o livro sabendo desses cenários inspiradores à autora aproxima-nos dela e, ao mesmo tempo, ajuda-nos a viajar nessa estória de amor, traição e bruxaria.



Sobre a autora

Dados sobre a autora e sua trajetória podem ser encontrados no próprio livro, aqui reproduzidos: “Nascida em Juiz de Fora em 01/10/1970, onde reside com seus dois filhos, a autora Adriana Matheus escreve desde os 14 anos de idade. Já participou de diversos concursos de literatura, inclusive de poesias, em que ganhou o prêmio de melhor iniciante, em 1999. Já escreveu quatro obras: Um olhar vale mais que mil palavras, Lendas Urbas, O Segredo dos Orixás* e O Segredo dos Girassóis, sendo que este é a que mais se destaca por ser uma obra de fácil entendimento e por envolver o leitor na leitura. A autora faz parte da Academia de Letras de Juiz de Fora – MG e está concorrendo ao prêmio da Lei Murilo Mendes dessa cidade. Esse prêmio dá à autora e à obra a chance de um grande reconhecimento em seu município. Adriana Matheus é espiritualista e todas as suas obras são ditas pelo espírito do padre Ângelo Wallejo Morales, que viveu no século XVIII no Mosteiro de San Francisco, na Espanha. Adriana Matheus segue a tradição da serpente (ou tradição da Lua) e cumpre piamente os preceitos da religião Wicca”. 

* Alguns destes livros ainda não foram lançados. 

Quer conversar com a autora? amatheus07@hotmail.com ou (32) 8856 0510.

Palavras que definem a obra: amor, wicca, traição, inquisição, bruxaria.




Resenhista: Stéphanie Lyanie

30 comentários:

MIRZE disse...

Excelente!

Parabéns e boa sorte porque vai vender muito!

Beijos

Mirze

Texto Legal disse...

Parabéns, Adriana! Ficamos felizes pelo seu sucesso!

Anônimo disse...

LINDA HISTÓRIA AMEI A RESENHA

POESIA NA ALMA. disse...

Gente, que livro rico em informações1 Adorei a resenha!

Anônimo disse...

OI ADRIANA ADORO LIVROS COM ESSE TIPO DE ASSUNTO QUANDO TRATADO DE MANEIRA CERTA ESCLARECE E DÁ A CERTEZA QUE EXISTE MUITO MAIS NESSA VIDA QUE AS APARENCIAS E VC SOUBE USAR SUAS ESPERIÊNCIAS DE UMA MANEIRA SIMPLES E OBJETIVA
PARABENS MUITA SORTE PRA VC NESSE E NOS PRÓXIMOS QUE COM CERTEZA VIRÃO BJS

Anônimo disse...

mocinha quero comprar um como faço? esse ai merece tornar-se filme americano

Mia disse...

Parabéns pelo livro e pela resenha.
Sucesso sempre!!!

Ronaldo Cavalcante disse...

Caraca! Arrepiei aqui hehe...
Exceleeente resenha... Adorei os detalhes extras!! Só ajudaram na minha curiosidade.
Parabéns a autora... vai para minha lista certeza!!!
Grande beijo!

Rubens Conedera disse...

Uma bela resenha, desenvolvida sobre uma obra rica em conhecimento. Estes tipos de livros me atraem muito!! Parabéns a resenhista e a autora!

mfc disse...

A sinopse é perfeita... e "prende-nos"!
Todo o sucesso... e um beijo.

Cesar S. Farias disse...

Achei bem interessante, não só a história, mas tambem o contexto em que a obra foi criada.

J.C.Hesse disse...

Obrigado por tê-las aqui. A obra, a escritora e a resenhista. Todos formaram um conjunto perfeito.
Boa sorte com suas histórias de vida e seus trabalhos.
Abraço
J.C.Hesse

Anônimo disse...

sem palavras... adorei. parabéns a resenhista e a autora não sabia como posta ai postei como anonimo mas meu nome Sandra Correa

Anônimo disse...

Conheci a autora a muito pouco tempo em um coquetel de lançamento do livro de um amigo nosso em comum. Como pessoa é muito humilde e sincera, mas como autora estou boquiaberto. Parabéns pela obra e meus cumprimentos a resenhista.
Sérgio Rodrigues ( Jornalista da Rede Globo TV. MG.TV - LOCAL)

Paul Law disse...

A resenha está muito bem feita, parabéns à Stéphanie! Eu conheço um pouco a autora e posso dizer que ela é uma pessoa determinada e consciente dos seus objetivos literários. A obra, está cheia de mistério, ficção, real e sobrenatural. É uma mistura excelente.

Eu espero lê-lo em breve. Desejo muito sucesso à autora!
Abraço!

Anônimo disse...

EXCELENTE RESENHA, EXPRESSA BEM O CONTEÚDO DO LIVRO, QUE TIVE OPORTUNIDADE DE LER.

PARABENS!

RODRIGO

Wesley disse...

Excelente obra, trama muito bem escrita, enredo instigante, daqueles livros que te enredam desde o início da leitura, tive a oportunidade de ter acesso aos originais da obra e a resenha retrata muito bem a essência da obra.

Renata disse...

Uau! Parece muito legal a história! Pelo título e pela capa eu achei que era uma história completamente diferente. Prova que não dá para julgar nada pela capa, né? Parabéns à autora e também à resenhista, que me deixou com muita vontade de ler.

Fabiana disse...

Muito bom... boa sorte e sucesso!
Fabiana Pavani

José Antonio disse...

Adorei é um livro que prende o leitor a descobrir o que vai acontecer e ao mesmo tempo nos mostra um tanto de ficção o que deixa ainda melhor a resenha, parabéns Adriana, sucesso...

Anônimo disse...

Resenha de primeira linha! A estória parece intrigante, vou compra o livro com certeza. parabéns as suas a autora e a resenhista.
Marta Moraes( orkut)

Anônimo disse...

Deu-me vontade de ler imediatamente a obra. porém ainda não sei como compra-la. Adoro este estilo de literatura. parece que teremos em breve um Best Sellers . mtmtmtmt boa a resenha parabéns menina!
Sandra Vidigal( orkut)

Anônimo disse...

Sou espirita e sempre seleciono meus autores. Ainda não conhecia a Adriana Matheus , mas nem preciso ler a obra para saber que é um escritora de primeira linha. A você Adriana deixo os meus mais sincero parabéns!
Ronaldo de Souza ( facebook)

Anônimo disse...

comprei o livro e agradeço por encaminharem meu contato até a autora. Confesso que estou amando a história, já ri e chorei com a personagem diversas vezes. Mais uma vez parabéns a autora pelo excelente trabalho quando chegar ao fim voltarei para lhes contar minha reação.
até mais
Atria Maria Alves

Anônimo disse...

Estou lendo essa história no série book . Estou curioso para saber o final. Mas essa história foi verdadeira ou não? por que tem horas que entendo que sim....Alguém poderia me responder ?
Júlio Gasparette

Anônimo disse...

Estou apaixonada pela Anna Goldin me sinto como se eu fosse ela. Corajosa destemida, fora de serie essa personagem , mas concordo como o colega Julio ele existiu mesmo ou não. Estou curiosa por que se existiu ....nossa não dá para acreditar que alguém tenha sofrido tanto assim. Meus parabéns mesmo a Adriana Matheus conseguiu me convencer sobre a sua personagem.
Karla Amorin Gusmão

ADRIANA MATHEUS disse...

www.seupost.net/o-segredo-dos-girassais-333330.html

Anônimo disse...

Adriana esse livro é digno de se transforma em um filme de Hollywood espero que algum diretor cinematográfico tenha o bom senso de ver isso.
Parabéns desse seu amigo do Facebook que tanto lhe admira, Arthur

Anônimo disse...

Já li o seu livro e tive o prazer de adquiri-lo. parabéns. Onde se encontra o próximo livro mesmo? Achei o título muito interessante. É sobre o que?
Sua fã do orkut Ariane Gonçalves
Ps:. me envie por depoimento ok?

Adriana Matheus disse...

PARA: - Ariane Gonçalves - Queri vc pode adquirir minhas obra através do site da editora IXTLAN_ http://www.editoraixtlan.com/

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...