domingo, 14 de outubro de 2012

INTROSPECÇÃO


Tem dias em que nos sentimos um pouco sem ânimo, sem entusiasmo. Parece que nos aquietamos, nos deprimimos. Mas não é depressão não. É simplesmente um estado de introspecção.
     O que fazer quanto a isto? Absolutamente nada! Ou melhor, tentar respeitar este momento. Tentar se animar, lutar contra isto? Nem pensar! Fique na sua! Respeite o seu ser!
     Por mais que você não saiba, há um bom motivo para você estar assim. Se entregue a esse momento, a esse estado de espírito mais quieto, mais introspectivo. Fique em silêncio... muitas vezes é preciso.
     Nem sempre dá para saírmos da turbulência do dia-a-dia quando estamos desta forma, e é exatamente quando mais sentimos a rotina como turbulenta. Não se desespere. Faça o que tem que fazer, mas não force a barra. O que der para deixar pra depois, deixe. Diminua o ritmo e NÃO SE COBRE.
     O mais importante é que você consiga um tempo só para você quando estiver assim. Isto é de vital importância porque o que você precisa nesses momentos é se aquietar e ficar sozinho.
     Provavelmente quando você se sente desta forma é porque está precisando digerir algo, se descarregar, se harmonizar, se reciclar. Mesmo que você não saiba o motivo, seu inconsciente sabe e é por isto que você está desse jeito.
     Não tente analisar nada, só se deixe descarregar, só se deixe levar... Não tente sentir o que você não está sentindo. Busque situações que tenham a ver com esse seu estado, algo que vai fazer você se sentir bem, respeitando a maneira com está.
     Logo você se sentirá melhor, a sensação de estar deprimido vai passar e você se sentirá apenas introspectivo, o que é bem diferente. Em poucos dias você estará renovado, com pique e entusiasmo.
     Esses são momentos para se trocar a televisão por um livro, músicas agitadas por músicas tranquilas (eu prefiro não ouvir nada quando estou assim). Não combina com computador, telefones, lugares cheios de gente.
     Quando estiver nesse estado de espírito você pode aproveitar para ficar olhando pro "nada", pintar, escrever, meditar, contemplar a natureza, bordar, fazer artesanato, ler, ficar embaixo das cobertas, enfim, algo de que goste e o coloque mais em contato com você mesmo.
     Aprenda a ouvir o seu ser e a respeitá-lo. Aprenda que você pode ter diversos estados de espírito e que todos são válidos. É o fluxo e o refluxo acontecendo em seu ser, que está sempre em movimento, que se cicla e recicla, cicla e recicla, cicla e recicla...


Por Anna Leão. Todos os direitos reservados.

2 comentários:

Rubens Conedera disse...

Sábias palavras!!

Carlos Rímolo disse...

Os nossos momentos nos chegam de diferentes maneiras e formas, só nos cabe adequá-los de acordo com a nossa consciência, coração e alma, tudo para buscar o equilíbrio que nos atenda.
Beijos de luz !!!

Poeta Cigano - 14/10/2012

http://carlosrimolo.blogspot.com

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...