segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Tenho a mim!


_ O que quer aqui?
_ Vim visitar-lhe!
_ Não preciso de sua companhia!
_ Precisa sim, afinal, sabes muito bem que só me aproximo, quando não tem mais ninguém.
_ Tenho a mim!
_ Como?
_ Tenho a mim mesmo, este é o meu momento.
_ Inseguro, medroso e triste. É assim que diz estar bem? ah ah ah ha ah...
_ Engano seu, é o tempo de que preciso, para retornar para as batalhas. Mais forte e certo de minhas escolhas.
_ Solitário e sem ninguém?
_ Já lhe disse! Nunca fico só!
_ Quer dizer que o seu único amigo, é você mesmo?
_ Inseparável e pronto para enfrentar qualquer dificuldade. Já você.
_ Eu, o quê?
_ Você tem medo de ficar consigo mesma.
_ Até parece.
_ Rainha de um reino, onde tem apenas uma única súdita, você mesma.
_ Engano seu. Muitos me seguem, me adoram e se submetem às minhas vontades.
_ Não! Também estão sós, não precisam de você, são amargas. Assim como é você! Você é só, por este motivo acredita que tem os que lhe seguem. Seus exércitos, são compostos de soldados solitários, que nunca lhe defenderiam, por não acreditarem em mais nada!
_ Cale-se! Sou a rainha da solidão e exijo respeito!
_ Só está aqui, porque não consegue ficar só. Mas é solitária e infeliz. Vá embora!
_ Eu vou, mas porque tenho muito o que fazer. Fique com você mesmo, infeliz!
_ Vá embora Solidão, não há espaço para você no meu coração.

E a Solidão foi embora.

----------------------------------------------------------
Texto e criação do autor J.C.Hesse, ao utilizar este texto, por favor, não se esqueça de mencionar a autoria.

3 comentários:

VALEU A PENA disse...

Lindo, adorei!!!

Wanessa Guimarães disse...

UAAAAU. Que lindo!!!

Beijos,
www.estanteseletiva.com

renatocinema disse...

lindo.....mas, eu também adoro a solidão.

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...