sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Som para imaginar


Quem escreve sabe que muitas vezes ouvir algo durante o processo de criação pode ser mágico. Seja como referência ou simplesmente como uma forma de se concentrar, música faz diferença para a criatividade.

Buscar inspiração em melodias que nos agradam, em melodias que se conectam com o que está sendo escrito, melodias que se encaixam perfeitamente mesmo que não nos agradem. E se a letra age em conjunto, perfeito!

É um ritmo muito particular, e muitas vezes a música que toca na nossa mente pode não ser a mesma que toca em nosso receptor. Entretanto, mesmo assim, prefiro essa mágica do momento, e os resultados que vem com ele :D

Dentro desse tema, acho legal citar o trabalho da Lindsey Stirling no Youtube. Tocando violino com coreografia, muitas vezes fazendo parceria com outros músicos e contanto com uma excelente produção visual, os vídeos delas sempre lidam com histórias. Principalmente com fantasia. Vou colocar algumas amostras aqui, mas vale a pena conferir o canal dela e buscar pelo que melhor se enquadre na sua produção.





5 comentários:

Joice disse...

É verdade, a música sempre nos inspira... Quando menos esperamos ela nos cativa!!!

J.C.Hesse disse...

Tem toda razão, a música libera algo, que como um gongo, nos golpeia a mente e sacode as bases. E, um escritor(a), com a mente fervendo, é um vulcão em erupção.
Abraços,
J.C.Hesse

Ana Beatriz Ferreira disse...

Olá,concordo com o que você disse. A música tem o poder de nos fazer viajar. Adorei o seu texto.

Beijos e até mais.

http://nofimdeumlivro.blogspot.com.br/

Mia disse...

Considero essencial música quando estou escrevendo.

Gui Rhabelo disse...

Adorei os sons, se encaixam perfeitamente com alguns momentos da narrativa de meu romance, ainda em formação e sem previsão de publicação rsrs

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...