quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Resenha de antes Tarde que Mais Tarde Ainda, Liana Cupini



Sinopse:

O livro Antes Tarde Que mais Tarde, de Liana Cupini, conta a história de Karla Cristina, uma moça que acaba de completar 30 anos e vê um turbilhão de coisas e fatos ocorrendo na sua vida. Ela é aquela mulher insatisfeita que há dentro de todas as pessoas, talvez não com os mesmos problemas ou frustrações, mas verdadeira. Tão real que parece que a conhecemos de algum lugar. E é essa sensação de familiaridade que da o tom durante o livro e é isso que o torna ainda mais gostoso, além da escrita simples, porém consistente de Liana.

Resumo da obra:

O livro Antes Tarde Que mais Tarde, de Liana Cupini, conta a história de Karla Cristina, uma moça que acaba de completar 30 anos e vê um turbilhão de coisas e fatos ocorrendo na sua vida. Ela é aquela mulher insatisfeita que há dentro de todas as pessoas, talvez não com os mesmos problemas ou frustrações, mas verdadeira. Tão real que parece que a conhecemos de algum lugar. E é essa sensação de familiaridade que da o tom durante o livro e é isso que o torna ainda mais gostoso, além da escrita simples, porém consistente de Liana. 

Karla ganha como presente de aniversário de seus amigos uma repaginada no visual e no figurino, sendo que todos os passos dessa mudança são transmitidos ao vivo em um programa de televisão, o que a deixa muito alarmada e envergonhada, e é impossível o leitor não se divertir com as trapalhadas dela! Outros acontecimentos norteiam a vida de Karla como novas amizades, o encontro de uma pessoa especial e apaixonante, um novo emprego, viagem com as amigas, entre outros.

Considerações dos leitores de Liana quanto à obra:

Neste livro delicioso o mais interessante não é o fim, mas sim os meios como as coisas acontecem na vida de Karla Kristina. É um livro repleto de sentimentalismo, amor, lição de vida e temperado com uma boa dose de comédia. Um chick-lit sensacional que não deixa a desejar em nada aos romances de Meg Cabot e outros autores do gênero. Vale a pena conferir!


RESENHA

Caros leitores,

Eu poderia dizer que esta obra se resumiria em - diversão, sacadas inteligentes, modernidade e  sentidos psicológicos aguçados. Mas para resumir uma obra de Liana Cupini, você não poderia deixar de expressar outras tantas observações: sensibilidade, intuição, concisão, agilidade, compulsão, e até mesmo, obsessão, pois estes últimos são despertados enquanto o final não chega para saber como será o desfecho, e você torce que sim, ao mesmo tempo que não deseja o término da leitura.

Em ATMT II, Liana surpreendeu na forma como conduziu o texto, já explico... Ela simplesmente fez o volume dois desta série, totalmente independente da leitura do livro I. Digo isso, porque antes de ler, a autora estava preocupada com este fator, confesso, eu também, mas resolvi me aventurar, e a descoberta não poderia ser outra - a trama é uma delícia; a linguagem, muito bem elaborada, esclarecida, desenrolada. Os personagens possuem personalidade notável, embora sejam muitos, mas consegui achá-los e identificá-los facilmente no texto. Por que estou explicando isto? Para dizer que não precisei ler o livro I para entender o II? Porque a escrita da autora, no livro II, foi tudo que disse e um pouco mais. Sem medo de errar, é um dos melhores livros que li em 2012, não somente pela qualidade da escrita, mas pela forma como a autora construiu os personagens, e persuadiu o leitor.

Lely: personagem gay que roubou meu coração. Adorei sua performance e personalidade decidida, forte, divertida e “surpreendente”. Digamos, ela foi o maior astro da trama.

Trama:
Quando peguei em mãos este livro pela primeira vez, a autora me disse que foi um desafio escrevê-lo porque se tratava de um tema que ela ainda não havia vivido – a maternidade. O mais incrível foi perceber como, além de não ter vivido tal experiência, Liana tratou o assunto com tanto bom humor e de forma tão detalhada, que é impossível não dizer, ao final, que ela não é especialista no ofício maternal. Foi maravilhosa a forma como ela abordou certos assuntos. Então, fiz duas leituras, uma como leitora, e outra como Beta Reader.

Público Chick Lit & preconceito:
Existe certo preconceito quanto à linha literária quando se expressam que é um romance voltado para “mulherzinha”. Pois bem, creio que ATQM II, quebrou um pouco este tabu, mesmo se tratando de um livro que aborda o tema -  mulher grávida de primeira viagem -  vi na trama, algo que prende um público que gosta de se divertir, dar risadas, este público, não necessariamente, precisa ser feminino. É um humor necessário. Diverti-me muito com o trabalho de Beta desta obra, e tive que fazê-lo bem calmamente, pois estava muito participativa na trama, com dificuldade de ser, diante dela, apenas uma profissional, o que é impossível não dar risada com as trapalhadas e confusão existencial de Karla e suas conversas com suas amigas e consigo mesma.

Final da trama:
Enganou-me. Quando pensei que a protagonista é quem estava aprontando, descubro que Liana foi uma danadinha em nos pregar uma peça pra lá de interessante... Vocês verão a criatividade da moça.

Liana Cupini está de parabéns. A editora Modo também, pela belíssima escolha deste livro que tenho certeza, veio para ficar. Super recomendo! Nota 5.

Adriana Vargas


Texto e criação do autor, ao utilizar este texto, por favor, não se esqueça de mencionar a autoria.

9 comentários:

Santos disse...

Muito bem escrita por sinal. Eu já tinha ouvido falar do livro mais não tinha tido o prazer de ler resenha alguma. A história parece ser bem interessante, já pela sinopse já me encantei, cheio de reviravoltas.
Parabens!
beijos
Blog Leitura de Ouro

Ana Beatriz Ferreira disse...

Olá, muito legal a ideia do livro e o título já demonstra muita criatividade!!!

Até a próxima...

http://www.nofimdeumlivro.blogspot.com.br/

Marcia Lopes disse...

Sem comentários!
Desde a sinopse já "pega" e com a resenha então...
Vou ler!:) Parabéns.
Bjs
Blog: Mundo Literário

Roxane Norris disse...

Adorei a resenha!
Ponto para o Clube, ponto para a autora que está de parabéns pela critividade do texto!
Beijokas
Roxane

Fernanda Bizerra disse...

Muito boa a resenha Adriana e o livro mega interessante..

Quero muito ler...

Beijokas!!

Jéssica Rodrigues disse...

A sinopse já me encantou a resenha me deu ainda mais vontade de ler, e claro que irei:)

Bjs
Jéssica

Neiva Meriele disse...

Definitivamente você tem o dom da palavra Adriana, sua resenha foi fantástica e eu que ainda não havia lido nenhuma resenha do livro fiquei encantada e morrendo de vontade de ler, sabe quando a gente fica com aquele ciuminho bobo de quem leu? kkk.
Parabéns a você pela linda resenha, à autora e claro, à Modo Editora.

J.C.Hesse disse...

Sem dúvidas, cativante!
J.C.Hesse

Anônimo disse...

Prеtty! Thiѕ ωas an іncreԁibly
ωοndегful pоst.

Thаnk you fοr supplуіng this informаtіon.
Here is my weblog - Babysitter Sex Stories

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...