segunda-feira, 18 de março de 2013

Relógio - Francilangela Clarindo

Relógio Toca, toca a passar o tempo no relógio. Tempo como deixaste o relógio apoderar-te de ti? O tempo gostoso que passava simplesmente agora é cronometrado nada mais fazemos sem a contagem. Ficar horas à tarde no bosque sem ver o tempo passar não se pode mais o tempo está contado. A que horas mesmo sai o trem? Francilangela Clarindo Texto e criação do autor, ao utilizar este texto, por favor, não se esqueça de mencionar a autoria.

4 comentários:

Bruna disse...

Lembro da minha infância quando o tempo demorava taaanto para passar e brincar e ler por duas horas era um tempão!
Agora nem tempo de jantar mais eu tenho hahaha =)

Bru
Papo de Estante

Mariana Mello Sgambato disse...

O tempo é mesmo relativo, mas estamos todos conectados a ele.

Ordem do Saber disse...

Ha, pura verdade.

Poucas palavras porém de um senso bem maior que o tamanho e a formalidade que poderia existir.
O tempo não deveria ser controlado, mas como tudo no mundo, o ser humano tenta ter total controle com uma de suas invenções.

Uma boa semana.

Malu Silva disse...

Muito belo! Gosto deste espaço que sempre evidencia autores de qualidade!
Abraço

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...