segunda-feira, 29 de outubro de 2012

A Emoção da Dança



Há pessoas como eu, e provavelmente como você, que me lê, que gostam de expressar suas emoções. Mas infelizmente, existem muitas pessoas que têm medo delas. Não querem senti-las, não gostam de expressá-las e querem controlá-las sempre." As emoções devem estar sobre controle", pensam estas pessoas.

Sentir emoção e expressá-la é sinônimo de vida. Aquele que tem uma carapaça e não consegue sentir suas próprias emoções parece um cyborg. E quanta gente existe assim...

A dança é um ótimo meio para abrirmos esta porta trancada para o mundo das emoções. Por isto, muitas pessoas que não gostam de dançar, que dizem não ter jeito para a dança, são pessoas trancadas em si mesmas.

A dança é uma forma de expressão fortíssima. Para começar é arte, e arte é expressão, emoção e sensibilidade. Se não tem estes três requisitos pode ser qualquer coisa menos arte.

Talvez a forma mais antiga de arte, a dança, faz a ponte entre o nosso interior com o nosso exterior de uma forma muito concreta, pois ela atua diretamente no corpo, com o corpo.

Sentir o corpo, ter consciência dele, utilizá-lo na expressão de nossas emoções e sentir o prazer nele através da dança é algo tão vital, mas que infelizmente não é tão valorizado.

Acho que todo mundo deveria dançar. E quanto mais livre a dança melhor. A dança é uma das melhores terapias. Depois de uma sessão de dança, por prazer, sem cobrança, a pessoa se sente leve, alegre, o corpo relaxado. Isto a curto prazo, porque a longo prazo os benefícios triplicam e são sentidos na tríade, corpo, mente, alma.

Não falo em entrar para uma aula de dança necessariamente. Falo simplesmente em dançar. Colocar uma música em casa e curti-la dançando, se expressando, já é o suficiente para sentir todos os benefícios que ela proporciona.

O corpo diz muita coisa. Lamentavelmente ele é negligenciado nesta nossa cultura que divide o ser humano em corpo e espírito, em profano e divino, em instinto e razão.

Mas a verdade é que somos uma coisa só e tudo o que somos é divino, exatamente porque somos tudo, porque o divino é tudo!

A dança é divina. Ela sempre foi uma oferenda aos Deuses!

A dança é magia em movimento!

Anna Leão. Todos os direitos reservados.

6 comentários:

Natália Kostek disse...

Adorei o post!
Dançar é mesmo muito bom.
Beijos!

J.C.Hesse disse...

Tem toda razão! Acredito que ao se entregar a uma dança, o corpo possa liberar a mente de algumas amarras.
Abraços, J.C.Hesse

Fabiana Cardoso disse...


Concordo com você Anna.
A expressão corporal é o principal meio de comunicação. Mais do que a fala e a escrita.

Beijos Fabi

Anna Leão disse...

Obrigada,colegas!
Beijos,
Anna

Felipe Junior Pereira disse...

Opa,bom dia,Sou da equipe detive-particular.com Olha eu aqui denovo,blog muito bom,sempre que dá passo por aqui,continua postando ai,quero ver isso aqui cada vez melhor,alguem ai sabe desse site http://www.rastreadorgps.org/ ? to querendo saber se é bom,dizem que rastrea carro,moto,pessoas até...alguem ja ouvir falar?abraços,bom trabalho ai com o blog que ta fera!

Cristal de uma mulher disse...

Bom dia

Você mostra algo sobre adança que merece aplausos...sim a dança não só é uma arte como faz bem a vida da alma..

Parabéns

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...